sicnot

Perfil

Mundo

Xanana Gusmão e Kirsty Sword anunciam divórcio

O ex-primeiro-ministro timorense Xanana Gusmão e a sua mulher, a australiana Kirsty Sword anunciaram hoje em comunicado que se vão divorciar.

REUTERS/Lirio Da Fonseca

"Gostaríamos de informar os nossos amigos e colegas e todos aqueles que sempre nos apoiaram sobre a nossa decisão de divórcio", referem em comunicado.

O casal viu-se pela última vez durante uma recente visita de Xanana Gusmão à cidade australiana de Melbourne, onde Kirsty vive atualmente com os três filhos comuns.

"Ambos dedicámos muito das nossas vidas a procurar e a assegurar a independência para Timor-Leste e depois toda a nossa vida enquanto casal a trabalhar nos vários estádios e desafios associados, e construção de uma nação a partir do nada", acrescentam no documento.

Os dois dizem que vão continuar a trabalhar juntos quer no apoio a Timor-Leste quer no cuidado das crianças. 

Kirsty Sword, que tem estado na Austrália desde final de 2012, onde iniciou o tratamento de cancro da mama, vai manter o seu cargo enquanto presidente na Fundação Alola e embaixadora da boa vontade de Timor-Leste para a educação, adiantam.

Xanana Gusmão é o atual ministro do Planeamento e Investimento Estratégico de Timor-Leste.  

"Claro que encaramos o futuro com alguma tristeza, mas sem arrependimento, porque a nossa parceria e jornada foram únicas e ricas em experiência e assim continuará a ser", escrevem no comunicado.

Declarando-se "unidos na perspetiva de um Timor-Leste pacífico e próspero", pedem privacidade, particularmente para os filhos, "neste momento difícil".

Xanana e Kirsty conheceram-se em dezembro de 1994 quando Xanana cumpria uma pena de prisão de 20 anos em Cipinang, Jakarta, (Indonésia). Casaram-se em 2000, em Díli (Timor-Leste), e têm três filhos: Alexandre, kay Olok e Daniel.


Lusa
  • Primeiro-ministro agradece sacrifícios dos portugueses
    0:46

    Economia

    O primeiro-ministro diz que os números do INE em relação ao défice de 2016 são prova de que havia uma alternativa e deixou uma palavra de agradecimento aos portugueses. As declarações de António Costa foram feiras aos jornalistas em Roma, onde se encontra para assinalar no sábado os 60 anos da União Europeia.

  • Jerónimo diz que UE vai continuar a causar constrangimentos a Portugal
    0:35

    Economia

    Esta sexta-feira na inauguração de uma exposição em Almada que denuncia a precariedade dos postos de trabalho, Jerónimo de Sousa falou sobre o défice de 2016. Para o secretário-geral do PCP, apesar do Governo ter ido além do exigido por Bruxelas, a União Europeia vai continuar a impedir Portugal de crescer.

  • Enfermeiros desconvocam greve

    País

    O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) desconvocou esta sexta-feira a greve geral nacional marcada para quinta e sexta-feira da próxima semana, anunciou o presidente da estrutura, justificando com os compromissos assumidos pelo Ministério da Saúde.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Probido fumar na praia? Não-fumadores aplaudem ideia
    1:33

    País

    O Comissário Europeu da Saúde defende uma proibição total do consumo de tabaco no espaço público. Esta e outras medidas foram defendidas, ontem, na Conferência Tabaco e Saúde da Liga Portuguesa Contra o Cancro. 

  • Visitar o Titanic vai custar 97 mil euros por pessoa

    Mundo

    Uma viagem a bordo do Titanic em 1912 era considerada uma viagem de luxo. Mais de 100 anos depois, continua a ser um luxo visitar o Titanic. Em 2018, vai ser possível conhecer os restos daquele que em tempos foi o maior navio do mundo. Contudo, nem todos vão poder fazê-lo, pois a viagem irá custar cerca de 97 mil euros por pessoa.