sicnot

Perfil

Mundo

Filho mais novo de Yanukóvich morre afogado no lago Baikal

O filho mais novo do ex-Presidente ucraniano Víktor Yanukóvich morreu no sábado afogado no lago Baikal, na Rússia, quando o todo-o-terreno que conduzia se afundou nas águas após ter quebrado o gelo do lago, diz hoje a imprensa ucraniana. 

Víktor Yanukóvich, ex-Presidente ucraniano (Reuters/ Arquivo)

Víktor Yanukóvich, ex-Presidente ucraniano (Reuters/ Arquivo)

© Maxim Shemetov / Reuters

"Morreu tragicamente Víktor Víktorovich Yanukóvich. Morreu como viveu: ao volante de um automóvel", informou o gabinete de imprensa do deputado Néstor Shúfrich, próximo da família.

Com 33 anos, tinha sido deputado no parlamento ucraniano durante duas legislaturas e era um apaixonado por automobilismo. 

Desde 2012 até à saída do seu pai do cargo em fevereiro de 2014, foi vice-presidente da Federação de Automobilismo da Ucrânia.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia solicitou a Moscovo que confirme oficialmente a morte do filho de Yanukóvich que, tal como o pai, se encontrava refugiado na Rússia.


Lusa

  • Todos os distritos sob Aviso Amarelo devido ao frio

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou Portugal continental sob Aviso Amarelo na quarta e na quinta-feira. Os termómetros vão estar abaixo de zero em todo o território, à exceção dos distritos de Lisboa, Porto e Faro.

  • Motim em prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos
    1:09

    Mundo

    Um novo motim numa prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos. A prisão, que é a maior do Estado do Rio Grande do Norte, tem capacidade para 600 reclusos mas acolhe quase o dobro. Após o motim de 14 horas, a polícia já tem o controlo total da prisão.

  • Aqui também se vive
    16:07
  • Austrália condena Japão por caça de baleias no Oceano Antártico

    Mundo

    O Governo da Austrália condenou hoje o Japão por retomar a caça de baleias no Oceano Antártico, após a divulgação de imagens de um cetáceo morto a bordo de um barco japonês que se encontrava em águas protegidas.O ministro do Ambiente, Josh Frydenberg, manifestou "profunda deceção", um dia depois de a organização Sea Shepherd divulgar fotografias e vídeos de uma baleia minke no barco japonês Nisshin Maru.