sicnot

Perfil

Mundo

Não há sobreviventes da queda do A320 nos Alpes

 O secretário de Estado dos Transportes de França, Alain Vidalies, afirmou hoje que "não há nenhum sobrevivente" entre os 148 ocupantes do avião que hoje se despenhou nos Alpes franceses.

© Stringer . / Reuters

A maioria dos 142 passageiros eram cidadãos alemães que regressavam à Alemanha depois de férias em Barcelona e Palma de Maiorca, segundo trabalhadores da Swissport, a empresa de 'handling' que trabalha para a companhia alemã.



Pelo menos 45 passageiros tinham apelido espanhol, segundo o gabinete de crise do governo de Madrid.



"Houve um pedido de ajuda registado às 10:47 (09:47 em Lisboa), que mostrava que o avião estava a 5.000 pés (1.524 metros), numa situação anormal", disse o secretário de Estado, acrescentando que o acidente ocorreu "pouco depois" desse sinal.



O avião, um Airbus A-320 da companhia GermanWings, a filial de baixo custo da companhia alemã Lufthansa, despenhou-se perto de Barcelonnette, cerca de 100 quilómetros a norte de Nice, no sul de França.



Lusa
  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.