sicnot

Perfil

Mundo

Conferência internacional conclui que são urgentes medidas para evitar extinção de animais selvagens

Os participantes numa conferência internacional no Botsuana sobre o tráfico de animais selvagens defenderam hoje que é necessário tomar medidas a curto prazo para evitar a extinção de espécies emblemáticas como o elefante ou o tigre.

O incidente ocorreu em Wiyumiririe, uma aldeia da região de Laikipia, no centro do país, por onde passaram os elefantes que tinham saído da reserva de Olpejeta. (Arquivo)

O incidente ocorreu em Wiyumiririe, uma aldeia da região de Laikipia, no centro do país, por onde passaram os elefantes que tinham saído da reserva de Olpejeta. (Arquivo)

© Philimon Bulawayo / Reuters

Os 30 Estados e organizações não-governamentais (ONG) presentes na conferência, realizada em Kasane, no norte do Botsuana, emitiram hoje esta mensagem, depois de concluírem que o mundo começa a tomar consciência dos danos causados pelo tráfico ilegal de animais selvagens, mas que isso não é suficiente.

"O nível do tráfico continua a ser muito preocupante para muitas espécies selvagens", salientou Steven Broad, o diretor da TRAFFIC, o organismo encarregado de perseguir esta atividade criminosa.

Pela Declaração de Kasane, que se segue à de Londres, de fevereiro de 2014, os Estados signatários comprometem-se novamente a aplicar uma série de medidas.

As reações das ONG foram contrastantes: enquanto algumas saúdam os progressos já feitos, o IFAW (Fundo Internacional para o Bem-Estar Animal) sublinha que cerca de 15 dos 41 Estados subscritores da declaração de Londres não mantiveram as suas promessas.

"É assustador que países como o Chade, os Camarões e a República Democrática do Congo (RDC), cujas populações de elefantes estão extremamente ameaçadas pela caça furtiva, não tenham mostrado qualquer progresso para desacelerar o massacre", declarou Jason Bell, diretor do programa "Elefantes", do IFAW.

Lusa
  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51