sicnot

Perfil

Mundo

Tunísia anuncia prisão de 23 suspeitos de envolvimento no atentado ao museu do Bardo

O Governo da Tunísia anunciou hoje ter desmantelado o essencial da "célula terrorista" responsável pelo ataque ao museu do Bardo apesar de pelo menos quatro suspeitos, dois marroquinos, um argelino e um tunisino, permanecerem em fuga. 

© Anis Mili / Reuters

"Foram presas 23 pessoas, incluindo uma mulher, que integravam uma célula terrorista", disse, em declarações aos 'media', o ministro do Interior, Najem Gharsalli, numa referência ao desmantelamento de "80% desta célula" envolvida no ataque ao museu. 

Todos os detidos são de nacionalidade tunisina. Pelo menos dois marroquinos, um argelino e um tunisino estão em fuga. Este último, Maher Ben Mouldi Kaidi, é acusado de ter fornecido armas automáticas aos dois homens que abateram em 18 de março 21 pessoas, 20 turistas estrangeiros e um polícia, adiantou o mesmo responsável. Os dois assaltantes foram mortos após intervenção de forças especiais tunisinas. 

Por sua vez, o chefe deste grupo, identificado como Mohamed Emine Guebli, terá sido detido. No entanto, o ministro indicou que "a operação terrorista foi dirigida pelo terrorista Lokmane Abou Sakhr", um líder 'jihadista' de nacionalidade argelina e considerado um dos dirigentes do Okba Ibn Nafaa, um grupo filiado na Al-Qaida e perseguido pelo exército há mais de dois anos nas montanhas fronteiriças com a Argélia. 

Desta forma, o ministro questionou a reivindicação do grupo Estado Islâmico (EI), ao considerar que o ataque foi perpetrado pelos seus rivais da Al-Qaida do Magrebe Islâmico (Aqmi). 

O ataque ao museu do Bardo, que suscitou forte reação no país e no exterior, foi o primeiro a provocar vítimas estrangeiras desde 2002, na sequência do atentado suicida de abril contra a sinagoga da Ghriba, ilha de Djerba e que provocou 19 mortos, incluindo 14 turistas alemães. 

A presidência tunisina decidiu organizar no domingo uma marcha internacional "contra o terrorismo" em Tunes, anunciada pelo Presidente Béji Caïd Essebsi durante uma intervenção televisiva na noite de quarta-feira.  

"A Tunísia prossegue o seu combate ao terrorismo, mas também persiste no seu compromisso com as reformas políticas anunciadas", disse o chefe de Estado que, segundo os observadores, representa o único país que garantiu uma transição para uma democracia consolidada na sequência das "primaveras árabes", iniciadas em dezembro de 2010 em solo tunisino. 







Lusa
  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.