sicnot

Perfil

Mundo

Tropas da Somália controlam hotel onde extremistas mataram 14 pessoas

As tropas somalis controlaram este sábado o hotel de Mogadíscio, ocupado por extremistas, onde 14 pessoas morreram e 28 ficaram feridas. Entre as vítimas mortais está o embaixador suiço na Somália, Yusuf Bari-Bari.  

O ataque foi já reivinidcado pelo Al-Shabab. O grupo extremista, ligado à Al- Qaeda, responsável por vários ataques, controlou a capital do país entre 2007 e 2011. (Arquivo)

O ataque foi já reivinidcado pelo Al-Shabab. O grupo extremista, ligado à Al- Qaeda, responsável por vários ataques, controlou a capital do país entre 2007 e 2011. (Arquivo)

© Feisal Omar / Reuters

Na sexta-feira, um homem armado tinha entrado no hotel ocupando o 3º e 4º pisos do edifício, durante 12 horas. Antes, um outro tinha detonado um carro junto à porta do hotel.

O ataque foi já reivinidcado pelo Al-Shabab. O grupo extremista, ligado à Al- Qaeda, responsável por vários ataques, controlou a capital do país entre 2007 e 2011. 
  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".