sicnot

Perfil

Mundo

EUA e Coreia do Sul realizam manobras militares em grande escala

galeria de fotos

Milhares de soldados norte-americanos e sul-coreanos, apoiados por helicópteros e aviões de combate, protagonizaram hoje manobras de desembarque anfíbio em grande escala, no âmbito dos exercícios militares anuais. 

Soldados norte-americanos e sul-coreanos, apoiados por helicópteros e aviões de combate, protagonizaram manobras de desembarque anfíbio em grande escala, no âmbito dos exercícios militares anuais.

Soldados norte-americanos e sul-coreanos, apoiados por helicópteros e aviões de combate, protagonizaram manobras de desembarque anfíbio em grande escala, no âmbito dos exercícios militares anuais.

© Kim Hong-Ji / Reuters

Soldados norte-americanos e sul-coreanos, apoiados por helicópteros e aviões de combate, protagonizaram manobras de desembarque anfíbio em grande escala, no âmbito dos exercícios militares anuais.

Soldados norte-americanos e sul-coreanos, apoiados por helicópteros e aviões de combate, protagonizaram manobras de desembarque anfíbio em grande escala, no âmbito dos exercícios militares anuais.

© Kim Hong-Ji / Reuters

Soldados norte-americanos e sul-coreanos, apoiados por helicópteros e aviões de combate, protagonizaram manobras de desembarque anfíbio em grande escala, no âmbito dos exercícios militares anuais.

Soldados norte-americanos e sul-coreanos, apoiados por helicópteros e aviões de combate, protagonizaram manobras de desembarque anfíbio em grande escala, no âmbito dos exercícios militares anuais.

© Kim Hong-Ji / Reuters

Soldados norte-americanos e sul-coreanos, apoiados por helicópteros e aviões de combate, protagonizaram manobras de desembarque anfíbio em grande escala, no âmbito dos exercícios militares anuais.

Soldados norte-americanos e sul-coreanos, apoiados por helicópteros e aviões de combate, protagonizaram manobras de desembarque anfíbio em grande escala, no âmbito dos exercícios militares anuais.

© Kim Hong-Ji / Reuters

Soldados norte-americanos e sul-coreanos, apoiados por helicópteros e aviões de combate, protagonizaram manobras de desembarque anfíbio em grande escala, no âmbito dos exercícios militares anuais.

Soldados norte-americanos e sul-coreanos, apoiados por helicópteros e aviões de combate, protagonizaram manobras de desembarque anfíbio em grande escala, no âmbito dos exercícios militares anuais.

© Kim Hong-Ji / Reuters

Soldados norte-americanos e sul-coreanos, apoiados por helicópteros e aviões de combate, protagonizaram manobras de desembarque anfíbio em grande escala, no âmbito dos exercícios militares anuais.

Soldados norte-americanos e sul-coreanos, apoiados por helicópteros e aviões de combate, protagonizaram manobras de desembarque anfíbio em grande escala, no âmbito dos exercícios militares anuais.

© Kim Hong-Ji / Reuters

Soldados norte-americanos e sul-coreanos, apoiados por helicópteros e aviões de combate, protagonizaram manobras de desembarque anfíbio em grande escala, no âmbito dos exercícios militares anuais.

Soldados norte-americanos e sul-coreanos, apoiados por helicópteros e aviões de combate, protagonizaram manobras de desembarque anfíbio em grande escala, no âmbito dos exercícios militares anuais.

© Kim Hong-Ji / Reuters

No exercício participaram 7.600 soldados, incluindo 3.500 fuzileiros, 80 aviões, 30 navios, e dezenas de veículos blindados para defender uma ponte e a costa de Pohang, a 360 quilómetros a sul de Seul. 


Supervisionado pelos comandos militares dos EUA e Coreia do Sul, o exercício de desembarque anfíbio foi o destaque da operação Foal Eagle, que tem a duração de oito semanas e que deverá terminar a 24 de abril. 


Os exercícios anuais elevam as tensões entre as duas Coreias, que continuam tecnicamente em guerra, uma vez que o conflito 1950-53 terminou com um armistício em vez de um tratado de paz. 


Os EUA e a Coreia do Sul insistem que os exercícios conjuntos têm uma natureza defensiva, enquanto a Coreia do Sul os denuncia como ensaios provocadores para uma invasão. 





  • O último adeus às vítimas da tragédia de Vila Nova da Rainha
    1:37

    País

    As cerimónias fúnebres das oito vítimas mortais do incêndio na Associação de Vila Nova da Rainha realizaram-se esta terça-feira. Três delas ocorreram em simultâneo na povoação do concelho de Tondela que, no passado sábado, viu a tragédia bater-lhe à porta.

  • Fóssil humano mais antigo encontrado em Portugal entregue ao Museu de Arqueologia
    3:42

    País

    O mais antigo fóssil humano até hoje encontrado em Portugal, o "Crânio da Aroeira", foi entregue no Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa. Em 2014, o fóssil foi encontrado pela equipa do arqueólogo João Zilhão perto de Torres Novas e foi restaurado e estudado na Universidade Complutense de Madrid, durante dois anos e meio.

  • De "lambe rabos" a "labrego", a polémica entre Rodolfo Reis e Bruno de Carvalho
    1:30
  • O Futuro Hoje na maior feira eletrónica de consumo do mundo
    5:14