sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos cinco soldados e sete 'jihadistas' mortos em ataques no Sinai egípcio

Pelo menos cinco soldados e sete 'jihadistas' morreram hoje em dois ataques no norte do Sinai egípcio, onde o exército combate um grupo local ligado ao estado islâmico, anunciou a polícia. 

Imagem de arquivo

Imagem de arquivo

© Amr Dalsh / Reuters

Um dos ataques ocorreu no posto de controlo de Cheikh Zuwaïd e outro em Rafah, passagem entre o Egito e a Faixa de Gaza, informaram à AFP responsáveis locais da polícia. Oito soldados ficaram igualmente feridos. 


Três civis ficaram feridos na explosão de um morteiro que atingiu as suas casas nos arredores de Al-Arich. 


A agência Efe refere, por sua vez, que pelo menos 10 soldados egípcios morreram hoje em ataques contra quatro postos de controlo na península do Sinai, citando uma fonte da segurança.


O grupo egípcio Ansar Beit al-Maqdess, que recentemente se aliou ao grupo estado islâmico e agora se autoproclama 'província do Sinai', multiplicou os ataques contra o exército e polícia no norte da península que faz fronteira com Israel e o território palestiniano da Faixa de Gaza. 



  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.