sicnot

Perfil

Mundo

Fidel aparece em público pela primeira vez em 14 meses

O ex-presidente cubano Fidel Castro apareceu pela primeira vez em público nos últimos 14 meses para se encontrar com venezuelanos numa escola em Havana na segunda-feira, anunciaram hoje órgãos de informação de Cuba.

© Handout . / Reuters

"Encontro improvisado, inesquecível com Fidel", titulou o diário oficial Granma, descrevendo o encontro "de uma hora e meia" entre Fidel, de 88 anos, e 33 membros de uma delegação venezuelana.

O jornal publica quatro fotografias quase idênticas do encontro, onde se vê Fidel sentado na carrinha que o transportou até à escola "Vilma Espin Guillois", situada próxima da sua casa a oeste da capital, e a apertar a mão a alguns venezuelanos.

Segundo o Granma, "a lucidez" de Fidel, "atento a numerosos pormenores da situação na Venezuela", impressionou a delegação.

Fidel mostrou-se preocupado com "a luta da nação latino-americana para que a sua soberania e integridade sejam respeitadas", adianta o diário, numa referência às sanções impostas à Venezuela pelos Estados Unidos da América.

"É preciso trabalhar rapidamente, reunir muitas assinaturas destinadas ao presidente (norte-americano Barack) Obama para que a Venezuela deixe de ser considerada como uma ameaça para a segurança" dos Estados Unidos, declarou Fidel aos visitantes, segundo o Granma.

Desde que abandonou o poder em 2006 por razões de saúde, Fidel Castro tem aparecido em público raramente. A última vez tinha sido a 08 de janeiro de 2014, na inauguração de uma galeria de arte em Havana.



Lusa
  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.