sicnot

Perfil

Mundo

Cientistas norte-americanos produzem hidrogénio através de biomassa

Cientistas norte-americanos produziram hidrogénio através de um procedimento experimental que pode permitir reduzir significativamente o tempo e custo de produção daquele combustível.

© Yannis Behrakis / Reuters

A descoberta, publicada na revista Proceedings da Academia Nacional de Ciência, pode ajudar a acelerar a chegada de veículos movidos a hidrogénio em grande escala, mais económicos e que não produzem dióxido de carbono, responsável pelo efeito de estufa.

Atualmente, um dos maiores obstáculos para a produção de hidrogénio em grande escala é o elevado custo, porque é produzido através do gás natural. A distribuição para utilizadores de veículos a hidrogénio é outro desafio.

Os pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Virgínia, nos Estados Unidos, desenvolveram um processo biológico que utiliza enzimas para produzir hidrogénio mais rapidamente a partir da glicose e da xilose, açúcares abundantes nos caules de espigas de milho e nas cascas.

Para obter aqueles açúcares, os investigadores utilizaram um cocktail de enzimas comerciais.

Através de um programa informático, os cientistas conseguiram determinar as enzimas (moléculas que aceleram milhões de vezes as reações químicas do metabolismo) que permitem obter mais hidrogénio a partir daquela biomassa.

 Triplicou-se a taxa de produção de hidrogénio em comparação com as taxas obtidas, utilizando concentrações 'standard', informaram os pesquisadores.

"Isto significa que conseguimos produzir hidrogénio verde barato a partir da biomassa local", afirmou Percival Zhang, professor do Departamento de Engenharia dos Sistemas Biológicos do Instituto de Tecnologia da Virgínia.

A equipa informou que já recebeu fundos para a produção em escala industrial.

"Embora seja difícil, neste fase, prever o custo de produção em grande escala, esta nova tecnologia representa uma abordagem revolucionária que oferece muitas vantagens", disse o diretor do centro de combustíveis renováveis da Universidade da Florida, que não esteve envolvida na pesquisa.

Ao contrário de outros métodos de produção que dependem do grau de transformação dos açúcares, os pesquisadores usam resíduos de biomassa.

O projeto de investigação foi financiado pela Shell e pela Fundação Nacional de Ciência dos Estados Unidos.



Lusa
  • Rui Patrício confirmado no Wolverhampton

    Desporto

    O Wolverhampton anunciou esta segunda-feira a contratação do guarda-redes Rui Patrício, depois da rescisão com o Sporting. O guarda-redes da seleção nacional assinou contrato com o clube inglês por quatro épocas.

    SIC

  • Novo treinador do Sporting diz que mulheres não estão preparadas para falar de futebol
    1:23
  • Salto de Cristiano Ronaldo inspira dança afro-beat

    Desporto

    Uma música humorística afro-beat, publicada nas redes sociais e inspirada nos saltos de Cristiano Ronaldo quando marca golos, está a ser replicada na internet com dezenas de coreografias filmadas, muitas das quais em França.

  • Ronaldo no País dos Sovietes: As religiões praticadas na Rússia
    1:55
  • "Estamos a plantar fósforos"
    2:09

    Opinião

    O calor regressou esta segunda-feira em força e no terreno estiveram quase 1300 bombeiros a combater 70 fogos por todo o país. Depois da tragédia de Pedrógão Grande, o Presidente da República diz que a consciência do país mudou mas é preciso fazer mais. Já Miguel Sousa Tavares diz que o país está mais preparado para combater os incêndios do que alguma vez esteve. No entanto, o comentador da SIC diz que já foram plantados mais de "2500 hectares de eucaliptos" desde Pedrógão e que enquanto isso acontecer Portugal vai continuar a arder. 

    Miguel Sousa Tavares

  • Merkel tem duas semanas para negociar solução para crise migratória

    Mundo

    A chanceler alemã tem duas semanas para negociar com os parceiros europeus uma solução para a questão migratória e assim evitar uma crise política. O ultimato foi dado pelo CSU, o partido da Baviera que integra a coligação governamental. Ao contrário de Angela Merkel, defende uma política para os refugiados mais estrita.

  • Pai de Meghan Markle lamenta ser "nota de rodapé" no casamento real
    2:03
  • Quando as crianças fazem das suas... os pais é que pagam

    Mundo

    Quando as crianças fazem das suas, restam os pais para as castigar ou, em alguns casos, para sofrer as consequências desses atos. Quem o pode dizer é um casal norte-americano, que recebeu uma fatura de 132 mil dólares (cerca de 114 mil euros), depois de o filho ter derrubado uma estátua num centro comunitário.

    SIC