sicnot

Perfil

Mundo

Cientistas norte-americanos produzem hidrogénio através de biomassa

Cientistas norte-americanos produziram hidrogénio através de um procedimento experimental que pode permitir reduzir significativamente o tempo e custo de produção daquele combustível.

© Yannis Behrakis / Reuters

A descoberta, publicada na revista Proceedings da Academia Nacional de Ciência, pode ajudar a acelerar a chegada de veículos movidos a hidrogénio em grande escala, mais económicos e que não produzem dióxido de carbono, responsável pelo efeito de estufa.

Atualmente, um dos maiores obstáculos para a produção de hidrogénio em grande escala é o elevado custo, porque é produzido através do gás natural. A distribuição para utilizadores de veículos a hidrogénio é outro desafio.

Os pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Virgínia, nos Estados Unidos, desenvolveram um processo biológico que utiliza enzimas para produzir hidrogénio mais rapidamente a partir da glicose e da xilose, açúcares abundantes nos caules de espigas de milho e nas cascas.

Para obter aqueles açúcares, os investigadores utilizaram um cocktail de enzimas comerciais.

Através de um programa informático, os cientistas conseguiram determinar as enzimas (moléculas que aceleram milhões de vezes as reações químicas do metabolismo) que permitem obter mais hidrogénio a partir daquela biomassa.

 Triplicou-se a taxa de produção de hidrogénio em comparação com as taxas obtidas, utilizando concentrações 'standard', informaram os pesquisadores.

"Isto significa que conseguimos produzir hidrogénio verde barato a partir da biomassa local", afirmou Percival Zhang, professor do Departamento de Engenharia dos Sistemas Biológicos do Instituto de Tecnologia da Virgínia.

A equipa informou que já recebeu fundos para a produção em escala industrial.

"Embora seja difícil, neste fase, prever o custo de produção em grande escala, esta nova tecnologia representa uma abordagem revolucionária que oferece muitas vantagens", disse o diretor do centro de combustíveis renováveis da Universidade da Florida, que não esteve envolvida na pesquisa.

Ao contrário de outros métodos de produção que dependem do grau de transformação dos açúcares, os pesquisadores usam resíduos de biomassa.

O projeto de investigação foi financiado pela Shell e pela Fundação Nacional de Ciência dos Estados Unidos.



Lusa
  • Quase 200 queixas por dia sobre serviços de saúde em 2017
    1:46

    País

    Foram apresentadas, em 2017, quase 200 queixas por dia sobre o funcionamento dos serviços de saúde públicos e privados. As questões administrativas e os tempos de espera foram as principais razões das mais de 70 mil reclamações recebidas pela Entidade Reguladora da Saúde.

  • Fim de semana com chuva e descida da temperatura

    País

    A chuva regressa hoje a Portugal continental e permanece pelo menos até ao início da semana, prevendo-se ainda uma descida da temperatura máxima entre 04 a 06 graus Celsius, disse à Lusa a meteorologista Cristina Simões.

  • Tribunal pede documentos sobre o BES ao Banco de Portugal

    Economia

    O Tribunal Administrativo de Lisboa deu esta quinta-feira ao Banco de Portugal 20 dias para entregar as ata das reuniões das 48 horas antes da resolução do BES. O regulador da banca foi chamado a prestar esclarecimentos sobre a queda do Banco Espírito Santo, em 2014.

  • 45 anos de Partido Socialista
    3:31

    País

    O PS completou 45 anos esta quinta-feira. Acaso ou não, a festa aconteceu um dia depois de terem ficado concluídos dois acordos com o PSD que fazem renascer o debate sobre o posicionamento ideológico do partido socialista.

  • Senado aprova à tangente novo diretor da NASA

    Mundo

    O Senado norte-americano aprovou na quinta-feira, à tangente, a nomeação do novo diretor da agência espacial norte-americana, com 50 votos favoráveis contra 49, colocando à frente da NASA um cético das alterações climáticas, adiantou a Efe.

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
    Mudar de Vida

    Mudar de Vida

    5ª FEIRA NO JORNAL DA NOITE

    No "Mudar de Vida" desta quinta-feira damos a conhecer mais um caso de quem teve coragem de arriscar e procurar um novo futuro. Susana Moraes é uma economista que decidiu seguir a paixão pela dança. 

  • Mágico comove audiência do Britain's Got Talent com a história de cancro da mulher e da filha
    5:16