sicnot

Perfil

Mundo

Vulcão na Costa Rica lança rochas em chamas e cinza

O vulcão Turrialba, na Costa Rica, entrou esta terça-feira de madrugada em erupção, lançando rochas em chamas e expelindo uma coluna de cinza que atingiu a capital, situada a 80 quilómetros de distância, indicaram as autoridades.

O vulcão Turrialba, que entrou em atividade na década de 1990 depois de ter estado adormecido durante 130 anos, tem registado um elevado nível de atividade desde 29 de outubro passado, data em que teve uma forte erupção.

O vulcão Turrialba, que entrou em atividade na década de 1990 depois de ter estado adormecido durante 130 anos, tem registado um elevado nível de atividade desde 29 de outubro passado, data em que teve uma forte erupção.

© Juan Carlos Ulate / Reuters

Uma câmara de vigilância apontada para o vulcão captou a erupção, precisou o observatório da Universidade Nacional.

As imagens de vídeo mostram a expulsão de rochas e cinza e a emissão de gás.

No início de março, uma erupção do vulcão, que tem a altura de 3340 metros, obrigou ao encerramento do principal aeroporto da Costa Rica durante quase dois dias.

O vulcão Turrialba, que entrou em atividade na década de 1990 depois de ter estado adormecido durante 130 anos, tem registado um elevado nível de atividade desde 29 de outubro passado, data em que teve uma forte erupção.
Lusa
  • Vídeo mostra passagem da carrinha a alta velocidade nas Ramblas
    0:33

    Ataque em Barcelona

    O jornal espanhol El Pais divulgou hoje  as primeiras imagens da carrinha que matou 13 pessoas e feriu mais de 100 em Barcelona. O vídeo foi registado por  uma câmara de videovigilância de um museu nas Ramblas. Mostra pessoas a desviarem antes da passagem rápida da carrinha branca. Esta terá sido a parte final do percurso feito pelo veículo.

  • Castelo Branco aposta na cultura para preservar raízes e fomentar turismo
    5:26

    SIC 25 Anos

    Com perto de 200 mil habitantes, o distrito de Castelo Branco luta para criar projetos diferenciadores para atrair e ancorar a população. O desemprego tem vindo a baixar, numa região fortemente envelhecida. A capital do distrito aposta na cultura para preservar as raízes e fomentar o turismo, e a Universidade da Beira Interior tem cada vez mais alunos estrangeiros.