sicnot

Perfil

Mundo

Ministro da Defesa da Eslovénia forçado a demitir-se

O ministro da Defesa da Eslovénia, Janko Veber, foi obrigado pelo parlamento a demitir-se esta quinta-feira, no contexto de um escândalo ligado à privatização da empresa pública Telekom, que tinha provocado o caos na coligação governamental.

Veber foi levado a demitir-se depois de uma votação no parlamento, com 68 votos a favor da sua saída do Governo, contra 11, num total de 90 deputados, alguns dias depois de se ter recusado a sair do cargo. (Arquivo)

Veber foi levado a demitir-se depois de uma votação no parlamento, com 68 votos a favor da sua saída do Governo, contra 11, num total de 90 deputados, alguns dias depois de se ter recusado a sair do cargo. (Arquivo)

© Srdjan Zivulovic / Reuters

Veber foi levado a demitir-se depois de uma votação no parlamento, com 68 votos a favor da sua saída do Governo, contra 11, num total de 90 deputados, alguns dias depois de se ter recusado a sair do cargo. 

O primeiro-ministro, Miro Cerar, tinha exigido a demissão do ministro, depois das revelações feitas por uma comissão parlamentar sobre um inquérito que tinha solicitado aos serviços de informações militares, sobre o impacto da privatização em curso da operadora pública de telecomunicações na segurança do Estado.

"Pedi ao parlamento que lhe retirasse a confiança porque cometeu faltas graves e fez coisas ilegais no domínio da segurança", afirmou Cerar à imprensa depois da votação. 

O partido dos social-democratas, parceiro da coligação governamental, votou contra a pretensão do primeiro-ministro, mas adiantou que poderia propor um outro candidato para o posto. 

A Eslovénia lançou em 2013 um vasto programa de privatizações depois de ter roçado a falência, mas a vendas as empresas públicas dividiu profundamente esta pequena república alpina que integra a União Europeia.  
Lusa
  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.