sicnot

Perfil

Mundo

Ministro da Defesa da Eslovénia forçado a demitir-se

O ministro da Defesa da Eslovénia, Janko Veber, foi obrigado pelo parlamento a demitir-se esta quinta-feira, no contexto de um escândalo ligado à privatização da empresa pública Telekom, que tinha provocado o caos na coligação governamental.

Veber foi levado a demitir-se depois de uma votação no parlamento, com 68 votos a favor da sua saída do Governo, contra 11, num total de 90 deputados, alguns dias depois de se ter recusado a sair do cargo. (Arquivo)

Veber foi levado a demitir-se depois de uma votação no parlamento, com 68 votos a favor da sua saída do Governo, contra 11, num total de 90 deputados, alguns dias depois de se ter recusado a sair do cargo. (Arquivo)

© Srdjan Zivulovic / Reuters

Veber foi levado a demitir-se depois de uma votação no parlamento, com 68 votos a favor da sua saída do Governo, contra 11, num total de 90 deputados, alguns dias depois de se ter recusado a sair do cargo. 

O primeiro-ministro, Miro Cerar, tinha exigido a demissão do ministro, depois das revelações feitas por uma comissão parlamentar sobre um inquérito que tinha solicitado aos serviços de informações militares, sobre o impacto da privatização em curso da operadora pública de telecomunicações na segurança do Estado.

"Pedi ao parlamento que lhe retirasse a confiança porque cometeu faltas graves e fez coisas ilegais no domínio da segurança", afirmou Cerar à imprensa depois da votação. 

O partido dos social-democratas, parceiro da coligação governamental, votou contra a pretensão do primeiro-ministro, mas adiantou que poderia propor um outro candidato para o posto. 

A Eslovénia lançou em 2013 um vasto programa de privatizações depois de ter roçado a falência, mas a vendas as empresas públicas dividiu profundamente esta pequena república alpina que integra a União Europeia.  
Lusa
  • Pelo menos seis mortos em descarrilamento nos EUA

    Mundo

    Pelo menos seis pessoas morreram na sequência do descarrilamento de um comboio de passageiros, ocorrido esta segunda-feira perto da cidade norte-americana de Seattle, estado de Washington, referiu um responsável norte-americano citado pela agência noticiosa norte-americana Associated Press.

  • Portugueses emigram menos
    1:31

    País

    Está a descer o número de portugueses que emigram. O ano de 2016 teve o valor mais baixo da emigração portuguesa dos últimos 5 anos.