sicnot

Perfil

Mundo

Ministro da Defesa da Eslovénia forçado a demitir-se

O ministro da Defesa da Eslovénia, Janko Veber, foi obrigado pelo parlamento a demitir-se esta quinta-feira, no contexto de um escândalo ligado à privatização da empresa pública Telekom, que tinha provocado o caos na coligação governamental.

Veber foi levado a demitir-se depois de uma votação no parlamento, com 68 votos a favor da sua saída do Governo, contra 11, num total de 90 deputados, alguns dias depois de se ter recusado a sair do cargo. (Arquivo)

Veber foi levado a demitir-se depois de uma votação no parlamento, com 68 votos a favor da sua saída do Governo, contra 11, num total de 90 deputados, alguns dias depois de se ter recusado a sair do cargo. (Arquivo)

© Srdjan Zivulovic / Reuters

Veber foi levado a demitir-se depois de uma votação no parlamento, com 68 votos a favor da sua saída do Governo, contra 11, num total de 90 deputados, alguns dias depois de se ter recusado a sair do cargo. 

O primeiro-ministro, Miro Cerar, tinha exigido a demissão do ministro, depois das revelações feitas por uma comissão parlamentar sobre um inquérito que tinha solicitado aos serviços de informações militares, sobre o impacto da privatização em curso da operadora pública de telecomunicações na segurança do Estado.

"Pedi ao parlamento que lhe retirasse a confiança porque cometeu faltas graves e fez coisas ilegais no domínio da segurança", afirmou Cerar à imprensa depois da votação. 

O partido dos social-democratas, parceiro da coligação governamental, votou contra a pretensão do primeiro-ministro, mas adiantou que poderia propor um outro candidato para o posto. 

A Eslovénia lançou em 2013 um vasto programa de privatizações depois de ter roçado a falência, mas a vendas as empresas públicas dividiu profundamente esta pequena república alpina que integra a União Europeia.  
Lusa
  • "É pesado dizer a miúdos que ainda ontem os pais estavam a ensinar o atar ténis que vão ficar em prisão preventiva"
    2:49
  • Pecado da gula ameaça maior anfíbio do mundo

    Mundo

    O maior anfíbio do mundo está em sério risco de extinção. Iguaria muito apreciada no Oriente, a salamandra-gigante-da-China já praticamente desapareceu do seu habitat natural, concluiu uma pesquisa realizada durante quatro anos. Em contraste, milhões destes animais são reproduzidos em cativeiro e têm como destino restaurantes de luxo.

  • Reclusos limpam Ria Formosa
    3:01

    País

    Alguns reclusos do estabelecimento prisional de Olhão estão pela segunda vez a limpar a ilha da Armona, na Ria Formosa. São homens que beneficiam de regime aberto e, em fim de cumprimento de pena, têm com este trabalho uma amostra da liberdade que tanto aguardam.