sicnot

Perfil

Mundo

Tiroteio junto ao edifício do Congresso dos Estados Unidos

Vários tiros foram hoje ouvidos, junto ao edifício do Congresso norte-americano, em Washington, tendo um pacote suspeito sido encontrado, afirmou a polícia.

© Joshua Roberts / Reuters

Uma porta-voz da polícia, sem ter dado pormenores do tiroteio, indicou à agência noticiosa AFP que a "ameaça" tinha sido "neutralizada". 

A mesma fonte afirmou que a polícia estava a investigar um pacote suspeito descoberto nas proximidades.

Por medida de precaução, o edifício do Congresso e o centro de acolhimento dos visitantes, foram encerrados, e os acessos foram interditos.

Segundo a AFP, não há acesso ao edifício pela zona oeste, e os visitantes apenas podem  entrar pela parte leste.

O Congresso norte-americano localiza-se numa das extremidades da grande alameda National Mall, um imenso retângulo que liga a colina do Capitólio ao Memorial de Lincoln, a três quilómetros de distância, passando pela Casa Branca, e ao longo da qual se encontram vários monumentos e museus.


Lusa
  • "Almaraz: Uma bomba-relógio aqui ao lado"
    1:56
  • 105 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.