sicnot

Perfil

Mundo

Mulher diz ter visto mais de 50 meninas nigerianas sequestradas em 2014

Uma mulher garantiu hoje à televisão britânica BBC ter visto com vida, há três semanas, mais de 50 das 200 meninas sequestradas no ano passado pelo grupo terrorista Boko Haram em Chibok, uma aldeia no nordeste da Nigéria.

© Phil McCarten / Reuters

A testemunha afirmou que viu na localidade de Gwoza, também no nordeste do país, as meninas que desapareceram na madrugada de 14 de abril de 2014.

"Disseram-nos que eram as meninas de Chibok e que estavam retidas numa casa muito grande, quando nos cruzámos com elas na mesma rua", disse à BBC a mulher, que não quis identificar-se por medo de represálias do Boko Haram.

A testemunha, que vive em Gwoza, declarou ter visto as meninas vestidas com roupa islâmica e acompanhadas por membros do grupo terrorista.

Em finais do mês de março, o exército nigeriano tomou a cidade de Gwoza, uma das maiores zonas sob o controlo do Boko Haram e considerada o quartel-general do grupo 'jihadista'.

Em abril do ano passado, meia centena de homens armados irrompeu por uma escola de Chibok e capturou 200 meninas que, desde aquele ataque, só foram vistas uma vez, através de um vídeo divulgado pelo grupo 'jihadista', que anunciava que ia vendê-las como esposas em diferentes países africanos.

Outra mulher também assegurou ter-se cruzado há cinco meses, em novembro de 2014, com as meninas sequestradas num acampamento na localidade de Bita, no noroeste do país.

"Cerca de uma semana depois de terem chegado ao acampamento militar, uma de nós assomou a uma janela e perguntou-lhes: 'São as meninas de Chibok?' e responderam-nos que 'sim'. Acreditámos nelas e não voltámos a perguntar-lhes, disse à BBC.

"Tinham aulas de Corão, cozinhavam e penteavam-se umas às outras. Tratavam-nas de forma diferente, a sua comida era melhor e a sua água mais limpa", explicou a mulher.







Lusa
  • Défice recua quase 400 milhões de euros em janeiro

    Economia

    O buraco das contas públicas atingiu os 625 milhões de euros no primeiro mês de 2017, segundo os dados da execução orçamental. É uma redução de 397 milhões, quando comparado com o mesmo mês do ano passado.

    Em desenvolvimento

  • "Fiz coisas de que me envergonho"
    2:31
  • Portugal é o segundo país da Europa com mais emigrantes
    1:39

    País

    São 2,3 milhões os portugueses que vivem no estrangeiro, ou seja, 22% da população. O último relatório do Observatório da Emigração relativo a 2015 mostra que se manteve o mesmo número de saídas de Portugal para o estrangeiro registadas no pico atingido em 2013: acima das 110 mil por ano. O Reino Unido é o principal país de destino.

  • Descoberta produção de canábis em abrigo nuclear 

    Mundo

    A polícia britânica descobriu, no sul de Inglaterra, um antigo abrigo nuclear subterrâneo adaptado à produção de canábis em grande escala. A operação levou à detenção de cinco homens e um adolescente de 15 anos. Foram também apreendidas milhares de plantas de canábis.

  • Carnaval na Almirante Reis
    2:39

    País

    Lisboa também celebra o Carnaval e esta manhã mais de três mil crianças participaram num desfile pela Avenida Almirante Reis, alunas de escolas públicas e privadas de 24 nacionalidades. Na freguesia de Arroios vivem estrangeiros de 79 nacionalidades.