sicnot

Perfil

Mundo

Papa nomeou cardeal-patriarca de Lisboa para Congregação do Clero

O Papa Francisco nomeou hoje o cardeal-patriarca de Lisboa, Manuel Clemente, para a Congregação do Clero e como membro do Conselho para as Comunicações Sociais, segundo o boletim de imprensa do Vaticano.

O Papa, que hoje revelou a distribuição de responsabilidades aos cardeais empossados a 14 de fevereiro, nomeou ainda o cardeal cabo-verdiano e bispo de Santiago, Arlindo Gomes Furtado, como membro do conselho "Cor Unum", organismo do Vaticano responsável por fazer chegar a ajuda da Igreja Católica a situações de emergência no estrangeiro.

As congregações e os conselhos, que constituem a Cúria Romana, são o equivalente a ministérios e secretarias de Estado, tendo por isso participação direta no governo da Igreja Católica.

A Congregação para o Clero supervisiona a nível mundial tudo o que diz respeito ao clero e às paróquias, promovendo uma distribuição mais adequada dos sacerdotes.

Cuida também da formação religiosa dos fiéis e tem competências em matéria de conservação e administração dos bens eclesiásticos, podendo também aprovar taxas e licenças para negócios jurídicos previstos pela igreja.

Manuel Clemente, de 66 anos, foi nomeado Patriarca de Lisboa pelo Papa Francisco a 18 de maio de 2013, após a resignação do cardeal José Policarpo, entretanto falecido em março de 2014. 

Foi eleito como presidente da Conferência Episcopal Portuguesa e reeleito em abril de 2014 por três anos.

  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.