sicnot

Perfil

Mundo

Descoberta forma de cozinhar arroz que reduz calorias em 50%

Um inovador modo de cozedura do arroz foi descoberto no Sri Lanka, permitindo reduzir em 50% o número de calorias absorvido pelo corpo, com a descoberta a ser vista como uma resposta ao problema de obesidade. 

reuters

O modo de preparação assenta na adição de uma colher de sopa de óleo de coco na panela quando a água estiver a ferver, juntar o arroz, cozinhar durante 40 minutos em lume brando, e depois levar ao frigorífico durante 12 horas, voltando depois a aquecer e só então consumir.

"O que consegui com a minha investigação foi alterar a estrutura do arroz", explicou à Efe Sudhair A. James, um estudante de 22 anos da Faculdade de Ciências Químicas de Colombo, que apresentou recentemente a sua descoberta na Reunião Nacional da Sociedade Americana de Química, nos Estados Unidos.

Com a descoberta, James quer fazer frente à "crise global" que representa a obesidade.

A chave da descoberta, de acordo com o estudante cingalês, está no amido -- o principal componente do arroz --, e em concreto nos seus dois tipos: um resistente e outro não.

Enquanto o amido não resistente transforma os hidratos de carbono em glucose e outros açúcares simples, os quais são imediatamente absorvidos pelo sangue; o amido resistente não é digerido no intestino delgado, traduzindo-se por isso em menos calorias. 

"Acreditamos que poderíamos desenvolver um método universal para cozinhar todos os alimentos que contêm amido -- como o pão, por exemplo --, os quais poderiam ser nutritivos e, ao mesmo tempo, combater a obesidade", afirmou.

Segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), o arroz é o alimento básico em 17 países da Ásia e Pacífico, nove nações da América do Norte e Sul e oito países de África.


  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.