sicnot

Perfil

Mundo

Ex-funcionário da Blackwater condenado a prisão perpétua por homícidos no Iraque

Um antigo funcionário da empresa de segurança privada norte-americana Blackwater foi condenado hoje em Washington a prisão perpétua e três outros a 30 anos de cadeia por terem morto 14 civis iraquianos em Bagdad, em 2007.

© Larry Downing / Reuters

Os quatro antigos funcionários da Blackwater foram condenados em outubro por várias acusações após os assassínios que ocorreram na praça Nisour, na capital iraquiana.

O incidente agravou o ressentimento contra os norte-americanos no Iraque e destacou a impunidade de que beneficiavam as empresas de segurança privada naquele país.

"É um crime grave. Ficou claro que estas jovens pessoas entraram em pânico", justificou o juiz, acrescentando que apoiava totalmente a decisão do júri naquela questão.

O júri considerou, por unanimidade, Nicholas Slatten culpado pelo assassínio de um civil iraquiano e os seus três colegas pelo assassínio de 13 iraquianos.

Após dois meses de julgamento, o júri reconheceu a intenção de Nicholas Slatten.

Antes do massacre, o homem disse aos pais que queria matar o maior número possível de iraquianos para se vingar do 11 de setembro, segundo documentos judiciais.

Catorze civis iraquianos foram mortos em Nisour, segundo investigadores norte-americanos e 17 de acordo com as autoridades iraquianas.

Depois do tiroteio, a Blackwater foi forçada a abandonar o Iraque, mas segundo telegramas diplomáticos norte-americanos revelados pelo 'Wikileaks', centenas de ex-funcionários daquela empresa continuam a trabalhar no país para outras empresas de segurança.






Lusa
  • Queda de avioneta em Espanha causa 4 mortos

    Mundo

    Uma avioneta com destino a Cascais, em que seguia uma família de quatro pessoas - dois adultos e dois menores - caiu em Sotillo de las Palomas, em Toledo, Espanha.

    Em desenvolvimento

  • Um discurso histórico com os pedidos de sempre
    2:30

    País

    Jerónimo de Sousa voltou este domingo a pedir a renegociação da dívida e a saída de Portugal do euro. Num discurso historicamente curto, apenas 15 minutos, no encerramento do Congresso do PCP, o reeleito secretário-geral comunista anunciou que o aumento dos salários e a reversão das alterações à legislação laboral são duas prioridades para os próximos tempos.

  • Mais de 50 milhões de italianos decidem futuro do país
    1:43

    Mundo

    Este domingo, está nas mãos de mais de 50 milhões de eleitores italianos o futuro do país. Mais do que um voto à reforma constitucional, o referendo terá consequências políticas diretas no Governo italiano. As urnas fecham às 23h00, 22h00 em Lisboa. Os primeiros resultados são esperados meia hora depois.