sicnot

Perfil

Mundo

Três navios de guerra russos no Canal da Mancha

Três navios de guerra russos, incluindo um contratorpedeiro, entraram no Canal da Mancha e estão a ser seguidos pela Marinha Britânica, informou o Ministério da Defesa  (MoD) do Reino Unido.

Arquivo

Arquivo

Ivan Sekretarev

"O MoD pode confirmar três navios monitorizados pelo HMS Argyll da Royal Navy através do Canal. Não foram observados exercícios", informou o Ministério na sua conta no Twitter. 

"O contratorpedeiro Severomorsk, da classe Udaloy, regressa do Mediterrâneo com um navio-tanque e um navio de apoio. Devem sair do Canal mais tarde", acrescentou. 

O Ministério da Defesa russo informou que os navios estão em rota para o Atlântico Norte, onde vão participar em exercícios "de defesa antiaérea e antissubmarina". 

O Canal da Mancha é frequente e legitimamente usado por navios de guerra da Rússia, mas uma série de incidentes nos últimos meses envolvendo meios militares russos suscitou o receio nos países da NATO de tentativas de desestabilização por parte da Rússia.

O Severomorsk estava entre quatro navios que passaram pelo Canal da Mancha em novembro, quando as autoridades francesas negaram informações russas de que os navios participavam em exercícios.

Um navio de guerra russo também foi detetado no Canal da Mancha em fevereiro e, em janeiro, o Reino Unido chamou o embaixador depois de bombardeiros Tupolev Tu-95 se terem aproximado do espaço aéreo britânico.

Lusa
  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.