sicnot

Perfil

Mundo

Três navios de guerra russos no Canal da Mancha

Três navios de guerra russos, incluindo um contratorpedeiro, entraram no Canal da Mancha e estão a ser seguidos pela Marinha Britânica, informou o Ministério da Defesa  (MoD) do Reino Unido.

Arquivo

Arquivo

Ivan Sekretarev

"O MoD pode confirmar três navios monitorizados pelo HMS Argyll da Royal Navy através do Canal. Não foram observados exercícios", informou o Ministério na sua conta no Twitter. 

"O contratorpedeiro Severomorsk, da classe Udaloy, regressa do Mediterrâneo com um navio-tanque e um navio de apoio. Devem sair do Canal mais tarde", acrescentou. 

O Ministério da Defesa russo informou que os navios estão em rota para o Atlântico Norte, onde vão participar em exercícios "de defesa antiaérea e antissubmarina". 

O Canal da Mancha é frequente e legitimamente usado por navios de guerra da Rússia, mas uma série de incidentes nos últimos meses envolvendo meios militares russos suscitou o receio nos países da NATO de tentativas de desestabilização por parte da Rússia.

O Severomorsk estava entre quatro navios que passaram pelo Canal da Mancha em novembro, quando as autoridades francesas negaram informações russas de que os navios participavam em exercícios.

Um navio de guerra russo também foi detetado no Canal da Mancha em fevereiro e, em janeiro, o Reino Unido chamou o embaixador depois de bombardeiros Tupolev Tu-95 se terem aproximado do espaço aéreo britânico.

Lusa
  • Novas regras para os pagamentos em dinheiro vivo

    Economia

    Os pagamentos em dinheiro acima de 3.000 euros são proibidos a partir de quarta-feira, mas aos não residentes são permitidos pagamentos até 10 mil euros, ou o equivalente em moeda estrangeira, segundo um diploma hoje publicado.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.