sicnot

Perfil

Mundo

Grupo audiovisual France Télévisions vítima de grande fuga de informação

A France Télévisions foi vítima de uma grande fuga de informação orquestrada por piratas informáticos e abrangendo mais de 100.000 dos seus contactos, anunciou hoje o grupo audiovisual público, que admite ter "segurança insuficiente".

(Arquivo)

(Arquivo)

© Benoit Tessier / Reuters

Este ataque foi diferente do sofrido há uma semana pela estação de televisão francófona TV5Monde, que envolveu o controlo durante várias horas das suas contas nas redes sociais Twitter e Facebook e da sua página na Internet por elementos que se apresentaram como pertencendo ao grupo extremista Estado Islâmico (EI).

No caso da France Télévisions, tratou-se de um ataque informático mais clássico, com o objetivo de revenda dos dados.

Os ficheiros a que os piratas acederam continham 19 mil pedidos de inscrição em jogos televisivos, bem como 108.000 contactos datando de março de 2014, explicou à agência de notícias francesa AFP Stéphane Van Bosterhaudt, diretor técnico da France Télévisions.

"Ontem (terça-feira), ocorreu um acesso ilegítimo a um serviço anexo da France Télévisions (...) Este ato desencadeou a cópia de um número de dados pessoais limitados (nome, apelido, morada, endereço eletrónico e ou telefone)", indicou o grupo audiovisual público em comunicado.

"Nenhuma palavra-passe, nenhuma informação bancária foi obtida", acrescentou o grupo, precisando que "esta fuga de dados está agora concluída".

Segundo o sítio da Internet especializado Next INpact, que alertou na terça-feira de manhã a France Télévisions, "para alcançarem os seus objetivos, os piratas não precisaram de usar um estratagema e, posteriormente, recorrer a um ciberataque: de facto, um simples URL foi suficiente para recolher os dados deixados às claras".

Tais dados representam menos de 1% dos 12 milhões de contactos que a France Télévisions tem nas suas bases, sublinhou o grupo audiovisual.

A France Télévisions, que avisou os utilizadores em causa quanto aos riscos de 'phishing' (usurpação de identidade para cometer fraude), anunciou que vai apresentar queixa judicial na sexta-feira.
Lusa
  • Governo francês condena ataque informático à TV5 Monde
    1:30

    Mundo

    O canal francês TV5 Monde foi alvo de um ataque informático de um grupo que diz ter ligações ao Estado Islâmico. Na televisão e nas páginas de internet foram publicadas mensagens de propaganda jihadista. A direção fala num ataque sem precedentes na história da televisão. O Governo de Paris garante está a fazer todos os possiveis para punir os responsáveis.

  • Porque erram os árbitros?
    2:03

    Desporto

    Num momento em que a polémica em redor da arbitragem está acesa e que nem o videoárbitro parece ter contribuído para a pacificar o futebol, em Leiria juntaram-se treinadores e homens do apito para se entender porque erram os árbitros.

  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Niassa foi o 4.º lince-ibérico libertado a ser atropelado em Portugal
    1:33

    País

    Uma fêmea de lince-ibérico foi encontrada morta com sinais de atropelamento na A22, próximo de Olhão. A fêmea, criada em cativeiro, tinha sido libertada no Vale do Guadiana em fevereiro de 2017. É o quarto lince-ibérico, que tinha sido libertado na natureza, que morre atropelado em Portugal.

  • "Há uma aceitação do lince no território"
    3:33

    País

    Apesar de já se terem registado em Portugal quatro atropelamentos de linces libertados na natureza, em entrevista à SIC, Pedro Rocha, do Departamento do Alentejo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), disse que o programa de reintrodução "tem corrido bastante bem", não só devido às condições do habitat e disponibilidade de alimento, mas também porque "há uma aceitação do lince no território". Desde 2015, foram libertados no Vale do Guadiana 33 linces e 16 já nasceram em estado selvagem.

  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • O "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59