sicnot

Perfil

Mundo

Detetada radiação em drone encontrado em residência de PM japonês

As autoridades japonesas detetaram emissões radioativas, embora reduzidas, no drone encontrado hoje no telhado da residência do primeiro-ministro nipónico, Shinzo Abe, cuja origem ainda desconhecem. 

 Shinzo Abe, primeiro-ministr japonês (Reuters/ Arquivo)

Shinzo Abe, primeiro-ministr japonês (Reuters/ Arquivo)

© Toru Hanai / Reuters

A Polícia Metropolitana de Tóquio, que descartou inicialmente a possibilidade de o 'drone' transportar qualquer tipo de explosivo, detetou radiação ao analisar o aparelho, com um contador Geiger, estando em curso mais testes, informou a televisão pública NHK.

 

O drone, com cerca de 50 centímetros, equipado com uma câmara, transporta um recipiente com um líquido que se acredita que poderá estar então na origem das emissões sinalizadas.

 

O aparelho também tem colado um adesivo com o símbolo de advertência de contaminação radioativa (conhecido popularmente como 'trevo radioativo").

 

Aparentemente, o aparelho despenhou-se sobre o telhado do Kantei, onde foi descoberto por um membro do pessoal de segurança.

 

O primeiro-ministro japonês não se encontra no Japão, estando atualmente em Jacarta (Indonésia) a participar da cimeira Ásia-África.

 

 

Lusa

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.