sicnot

Perfil

Mundo

Sobreviventes do naufrágio no Mediterrâneo confessam ter sido alvo de tortura

Sobreviventes do naufrágio no Mediterrâneo confessam ter sido alvo de tortura

Os sobreviventes do naufrágio de domingo no Mediterrâneo confessam ter sido alvo de tortura e dizem que os traficantes espancaram, até à morte, algumas pessoas ainda antes da viagem. O inquérito em curso revela novos dados sobre os abusos vividos pelos imigrantes. Com base nos relatos, os procuradores dizem que seguiam mais de 750 pessoas a bordo do pesqueiro.

  • Líderes europeus cumpriram minuto de silêncio pelas vítimas de naufrágios no Mediterrâneo
    0:46

    Mundo

    A cimeira extraordinária da União Europeia sobre imigração ilegal começou com um minuto de silêncio, pelas vítimas dos naufrágios no Mediterrâneo. O jornal britânico The Guardian teve acesso a um rascunho do documento, que deverá ser aprovado pelos líderes europeus. A União Europeia está disponível para oferecer cinco mil lugares de reinstalação para refugiados. Só este ano, já chegaram 36 mil pessoas por barco a Itália, Grécia e Malta. O documento assume também como prioridade um alargamento das operações de busca e salvamento no Mediterrâneo, o reforço dos sistemas de patrulhamento e o combate ao tráfico de pessoas.

  • ONU estima que fluxo migratório pelo mar triplique este ano
    2:29

    Mundo

    A ONU e várias organizações humanitárias estimam que o número de imigrantes que atravessam o Mediterrâneo venha a disparar este ano. Se em 2014 foram 170 mil a fazer a travessia, em 2015 o fluxo poderá triplicar. Sem medidas adequadas, tragédias como a do último fim de semana podem voltar a repetir-se.

  • Governo garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo de ajuda alimentar
    1:18

    País

    O ministro da Solidariedade e Segurança Social garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo europeu de ajuda alimentar. Vieira da Silva respondeu, esta manhã, à notícia avançada pelo Jornal de Notícias que dava conta de que, este ano, o país teria desperdiçado 28 milhões de euros de um fundo europeu porque o programa ainda não está operacional.