sicnot

Perfil

Mundo

UE, França e Austrália pedem à Indonésia para travar execuções

A União Europeia (UE), a França e a Austrália pediram hoje à Indonésia para não executar os oito estrangeiros condenados à morte, considerando não ser "demasiado tarde" para mudar de posição, de acordo com uma declaração comum.  

O brasileiro Rodrigo Gularte, 42 anos, foi condenado à morte na Indonésia (EFE/ Arquivo)

O brasileiro Rodrigo Gularte, 42 anos, foi condenado à morte na Indonésia (EFE/ Arquivo)

Efe

"Os governos da Austrália, da França e da UE pedem ao Presidente Widodo que pare as execuções previstas. Não é demasiado tarde para mudar de opinião", indicaram neste comunicado difundido pela embaixada da Austrália em Jacarta. 

O Presidente indonésio, Joko Widodo, está determinar a executar oito estrangeiros, um brasileiro, dois australianos, quatro nigerianos e uma filipina, condenados por tráfico de droga. 

O grupo de condenados à morte inclui um indonésio e um francês que continua no corredor da morte, a aguardar uma decisão sobre o recurso apresentado. 

"Ao apresentarmos esta petição, pedimos à Indonésia para refletir sobre o impacto desta posição no mundo e na reputação internacional do país. Apoiamos os esforços da Indonésia para obter clemência para os seus cidadãos no estrangeiro. Parar estas execuções ajudará esses esforços", indica a declaração. 

"Respeitamos totalmente a soberania da Indonésia. Mas somos contra a pena de morte nos nossos países e no estrangeiro. Estas execuções não terão um efeito dissuasor no tráfico de droga ou impedir outros de serem vítimas da dependência de estupefacientes. Executar estes presos não conseguirá nada", pode ler-se. 

Este apelo surge quando a Indonésia ultima as preparações para executar os condenados por tráfico de droga, com ambulâncias a chegarem ao estabelecimento prisional com caixões e as últimas visitas de familiares. 

Lusa
  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.