sicnot

Perfil

Mundo

Monte Evereste pode voltar a ser escalado a partir da próxima semana

O Monte Evereste vai poder voltar a ser escalado na próxima semana apesar da avalanche causada pelo sismo no Nepal ter causado 18 mortes no pico mais alto do mundo, anunciou hoje o Governo nepalês.

© Stringer Nepal / Reuters

"As escadas vão ser reparadas nos próximos dois ou três dias e as escaladas vão continuar, não há motivos para que se abandonem as expedições", disse à AFP o chefe do departamento de turismo Tulsi Gautam.
  • Nepalês ontem resgatado com vida conta que já tinha perdido a esperança
    0:42

    Sismo no Nepal

    Quase quatro dias depois do sismo que abalou o Nepal, um jovem foi ontem resgatado com vida debaixo dos escombros de um edifício. Rishi Khanal, de 28 anos, foi salvo por uma equipa francesa e pela polícia nepalesa. O jovem nepalês tinha acabado de almoçar no hotel onde trabalhava e subido até ao 2º andar do edifício, agora em ruínas, quando a terra começou a tremer. Ficou com uma perna presa debaixo de uma viga. Os trabalhos prolongaram-se durante 10 horas para conseguir cortar a viga. Rishi foi depois transportado para o hospital, onde apesar do esforço dos médicos, terá que sofrer uma amputação. O sobrevivente contou aos jornalistas que conseguiu sobreviver ao beber a própria urina e que chegou a perder a esperança.

  • CGD terá de reconhecer imparidades e prepara saída de 2 mil funcionários
    2:45

    Caso CGD

    O novo plano estratégico da Caixa está pronto e foi entregue há duas semanas ao Ministério das Finanças. A SIC sabe que está a ser preparada a saída de 2 mil trabalhadores e que o banco terá de reconhecer imparidades. O Expresso diz que a CGD vai fechar o ano com prejuízos que podem chegar aos 3 mil milhões de euros.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.