sicnot

Perfil

Mundo

Apreensão recorde de cocaína em Berlim com droga dissimulada em caixas de bananas

Uma importante quantidade de cocaína avaliada em 15 milhões de euros e dissimulada em caixas de bananas distribuídas nos supermercados Aldo foi hoje apreendida em Berlim e arredores, anunciou a polícia. 

© Gary Cameron / Reuters

Os empregados de 14 estabelecimentos desta cadeia de supermercados de baixo preço detetaram o produto nas embalagens provenientes da Colômbia, e que a polícia presume terem sido enviados por acidente para essas lojas.  

"Aparentemente, ocorreu um erro logístico ao longo da linha", disse à agência noticiosa AFP o porta-voz da polícia Stefan Redlich, acrescentando que os investigadores estavam a tentar determinar o seu destino final. 

O mesmo responsável disse ainda que o carregamento de 386 quilos constitui a maior apreensão de cocaína de sempre na história da capital germânica. 

Num caso similar ocorrido em janeiro de 2014, trabalhadores de um supermercado de Berlim descobriram 140 quilos de cocaína avaliada em seis milhões de euros, também escondida em caixas de bananas. 


Lusa

  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.