sicnot

Perfil

Mundo

Veículos sem condutor da Google envolvidos em 11 acidentes em seis anos de testes

Os veículos sem condutor humano da Google estiveram envolvidos em 11 acidentes em seis anos de testes na Califórnia, garantiu a empresa norte-americana que sublinha os dados como uma prova de "segurança" dos seus carros.

Veículo sem condutor da Google

Veículo sem condutor da Google

© Stephen Lam / Reuters

"Se estiveres muito tempo na estrada acontecem acidentes, tanto num veículo convencional como naqueles que são 'conduzidos' automaticamente. Em seis anos de testes, tivemos 11 acidentes menores em mais de 2,7 milhões de quilómetros percorridos", disse na segunda-feira Chris Urmson, diretor do programa da Google.

Chris Urmson vincou o facto dos acidentes terem sido todos de "menor consequência" e garantiu que todos eles se ficaram a dever a manobras de condutores que seguiam nos seus próprios veículos e não dos carros da Google.

"Em nenhum dos casos o acidente foi provocado pelo automóvel sem condutor", disse.

O projeto de carros sem condutor da Google foi iniciado em 2009 e projetado para o longo prazo e desde então cerca de duas dezenas de Lexus RX450h equipados com sensores já percorreram, e guardaram imagens tridimensionais, 2,7 milhões de quilómetros, fundamentalmente em autoestradas e estradas nacionais.

Desde há dois anos que os carros da Google circulam também nas ruas de Mountain View, Califórnia, onde o gigante tecnológico tem a sua sede.

No entanto, para ser homologado e aceite pela indústria, o projeto da Google terá de encontrar um encaixe legal na legislação sobre circulação porque em caso algum os atuais diplomas consagram a possibilidade de veículos circularem sem condutor.


  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa. A Direção-Geral de Saúde vai divulgar ainda esta terça-feira as normas de orientação clínica para que os médicos possam lidar da melhor maneira com este surto.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Incêndio num estádio em Xangai destrói parte da bancada

    Mundo

    O Estádio Hongkou da equipa chinesa Shanghai Shenhua foi atingido esta terça-feira por um incêndio que acabou por danificar parte da bancada e algumas salas no interior da infraestrutura. Para o local, foi enviada uma equipa de bombeiros que conseguiu controlar as chamas.