sicnot

Perfil

Mundo

Veículos sem condutor da Google envolvidos em 11 acidentes em seis anos de testes

Os veículos sem condutor humano da Google estiveram envolvidos em 11 acidentes em seis anos de testes na Califórnia, garantiu a empresa norte-americana que sublinha os dados como uma prova de "segurança" dos seus carros.

Veículo sem condutor da Google

Veículo sem condutor da Google

© Stephen Lam / Reuters

"Se estiveres muito tempo na estrada acontecem acidentes, tanto num veículo convencional como naqueles que são 'conduzidos' automaticamente. Em seis anos de testes, tivemos 11 acidentes menores em mais de 2,7 milhões de quilómetros percorridos", disse na segunda-feira Chris Urmson, diretor do programa da Google.

Chris Urmson vincou o facto dos acidentes terem sido todos de "menor consequência" e garantiu que todos eles se ficaram a dever a manobras de condutores que seguiam nos seus próprios veículos e não dos carros da Google.

"Em nenhum dos casos o acidente foi provocado pelo automóvel sem condutor", disse.

O projeto de carros sem condutor da Google foi iniciado em 2009 e projetado para o longo prazo e desde então cerca de duas dezenas de Lexus RX450h equipados com sensores já percorreram, e guardaram imagens tridimensionais, 2,7 milhões de quilómetros, fundamentalmente em autoestradas e estradas nacionais.

Desde há dois anos que os carros da Google circulam também nas ruas de Mountain View, Califórnia, onde o gigante tecnológico tem a sua sede.

No entanto, para ser homologado e aceite pela indústria, o projeto da Google terá de encontrar um encaixe legal na legislação sobre circulação porque em caso algum os atuais diplomas consagram a possibilidade de veículos circularem sem condutor.


  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.