sicnot

Perfil

Mundo

Pai do "menino da mala" ouvido em tribunal

O pai da criança encontrada fechada numa mala, a tentar atravessar a fronteira entre Marrocos e Ceuta, vai hoje a tribunal para prestar declarações e tentar conseguir a liberdade condicional.

SIC

Ali Ouattara está hoje no Tribunal de Instrução número 5 de Ceuta e, segundo a imprensa espanhola, tentará convencer os juízes pela sua liberdade condicional.

O homem foi detido uma hora depois de Adou, de 8 anos, ter sido descoberto dentro de uma mala, quando as autoridades passaram a mesma pela máquina de raio-X e se depararam com uma "figura humana". 

A mala era levada por uma mulher de 19 anos, marroquina. O homem atravessava a fronteira a pé e acabou por ser detido quando a Guarda Civil comprovou ser o pai da criança encontrada na mala. Homem e mulher terão feito um acordo para introduzir a criança em Espanha. Os dois estão em prisão preventiva. 

O menino permanece no Centro de Acolhimento do Mediterrâneo, onde é visitado pela mãe.
  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.