sicnot

Perfil

Mundo

Sobe para 61 número de mortos por deslizamento de terras na Colômbia

O número de mortos devido ao deslizamento de terras na Colômbia subiu para 61, naquela que já é considerada uma das piores tragédias naturais dos últimos anos no país.

© STRINGER Colombia / Reuters

As vítimas viviam no município de Salgar, Departamento de Antioquia, atingido por uma avalanche na segunda-feira, enquanto os habitantes dormiam.

Salgar, um município de agricultores com 18.000 habitantes, despertou na segunda-feira num cenário de desastre, depois de toneladas de lodo terem arrastado casas com as pessoas lá dentro, e levado consigo árvores, veículos e destruído campos de cultivo.

As fortes chuvas que assolaram a região fizeram transbordar o rio no vale de Liboriana, local de difícil acesso e agora coberto de lama e detritos, e onde se encontra a aldeia de Las Margaritas, de onde provem a maioria das vítimas.

A presidente da Câmara de Salgar, Olga Osorio, disse à Radio RCN que a aldeia foi praticamente "apagada do mapa".

De acordo com a Unidade Nacional para a Gestão de Risco de Desastres "registam-se 61 mortos. Os corpos estão a ser transportados para a Medicina Legal em Medellín, onde será realizado o processo de identificação". 

Além dos 61 mortos, contabilizam-se 37 feridos, um número indeterminado de desaparecidos e 31 casas afetadas.

O Presidente da Colômbia já declarou o estado de "calamidade pública" em Salgar, depois de se reunir com as autoridades locais e regionais.

"A primeira coisa que se fez foi declarar (o estado de) calamidade pública, para se poder ter a flexibilidade de usar os recursos onde são mais necessários", afirmou Santos.



Lusa

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.