sicnot

Perfil

Mundo

Sobe para 61 número de mortos por deslizamento de terras na Colômbia

O número de mortos devido ao deslizamento de terras na Colômbia subiu para 61, naquela que já é considerada uma das piores tragédias naturais dos últimos anos no país.

© STRINGER Colombia / Reuters

As vítimas viviam no município de Salgar, Departamento de Antioquia, atingido por uma avalanche na segunda-feira, enquanto os habitantes dormiam.

Salgar, um município de agricultores com 18.000 habitantes, despertou na segunda-feira num cenário de desastre, depois de toneladas de lodo terem arrastado casas com as pessoas lá dentro, e levado consigo árvores, veículos e destruído campos de cultivo.

As fortes chuvas que assolaram a região fizeram transbordar o rio no vale de Liboriana, local de difícil acesso e agora coberto de lama e detritos, e onde se encontra a aldeia de Las Margaritas, de onde provem a maioria das vítimas.

A presidente da Câmara de Salgar, Olga Osorio, disse à Radio RCN que a aldeia foi praticamente "apagada do mapa".

De acordo com a Unidade Nacional para a Gestão de Risco de Desastres "registam-se 61 mortos. Os corpos estão a ser transportados para a Medicina Legal em Medellín, onde será realizado o processo de identificação". 

Além dos 61 mortos, contabilizam-se 37 feridos, um número indeterminado de desaparecidos e 31 casas afetadas.

O Presidente da Colômbia já declarou o estado de "calamidade pública" em Salgar, depois de se reunir com as autoridades locais e regionais.

"A primeira coisa que se fez foi declarar (o estado de) calamidade pública, para se poder ter a flexibilidade de usar os recursos onde são mais necessários", afirmou Santos.



Lusa

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.