sicnot

Perfil

Mundo

Candidato conservador vence segunda volta das Presidenciais na Polónia

O conservador Andrzej Duda foi eleito este domingo Presidente da Polónia com 52% dos votos expressos, segundo uma sondagem, derrotando o chefe de Estado cessante de centro-direita Bronislaw Komorowski (48%), que reconheceu imediatamente a sua derrota. 

O triunfo do jurista de 43 anos (na imagem), que deverá ser confirmado oficialmente na noite de segunda-feira, poderá abrir caminho para o regresso ao poder do seu mentor Jaroslaw Kaczynski, chefe do partido conservador e populista Direita e Justiça (PiS), nas legislativas previstas para o outono.

O triunfo do jurista de 43 anos (na imagem), que deverá ser confirmado oficialmente na noite de segunda-feira, poderá abrir caminho para o regresso ao poder do seu mentor Jaroslaw Kaczynski, chefe do partido conservador e populista Direita e Justiça (PiS), nas legislativas previstas para o outono.

© Kacper Pempel / Reuters

O triunfo do jurista de 43 anos, que deverá ser confirmado oficialmente na noite de segunda-feira, poderá abrir caminho para o regresso ao poder do seu mentor Jaroslaw Kaczynski, chefe do partido conservador e populista Direita e Justiça (PiS), nas legislativas previstas para o outono. 

A primeira sondagem à boca das urnas pelo instituto Ipsos creditou Duda com 53% dos sufrágios, mas uma estimativa mais precisa, baseada nos resultados oficiais de diversas assembleias de voto, corrigiu o seu resultado para 52%. 

Komorowski, apoiado pela liberal Plataforma Cívica (PO, no poder) e que conclui o seu mandato a 6 de agosto, já felicitou o seu adversário ao reconhecer perante apoiantes que "os cidadãos de uma Polónia livre e democrática decidiram assim", antes de fazer votos de "um bom mandato presidencial" a Duda, porque deseja "todo o bem à Polónia". 

No estado-maior de Duda, o anúncio dos resultados foi recebido de forma efusiva. 

"Os que votaram por mim votaram de facto pela mudança. Estou profundamente convencido de que estamos em condições de reconstruir a comunidade nacional no nosso país e poderemos juntos melhorar este país", disse, após agradecer a Komorowski pelas suas palavras. 

Os poderes do chefe de Estado na Polónia são relativamente limitados e os analistas consideram que esta eleição poderá ser um prelúdio para as legislativas que se aproximam. 

O partido da oposição conservadora do PiS, dirigido por Jaroslaw Kaczynski, e a PO surgem lado a lado nas sondagens.
Lusa
  • Polacos elegem hoje novo Presidente

    Mundo

    O chefe de Estado polaco cessante Bronislaw Komorowski, de centro direita, e o seu rival conservador e populista, Andrezj Duda, disputam hoje a presidência da Polónia na segunda volta de um escrutínio com resultado muito incerto. 

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19