sicnot

Perfil

Mundo

Milhares protestaram contra transgénicos da empresa Monsanto

galeria de fotos

Vários milhares de pessoas manifestaram-se neste sábado por todo o mundo contra a empresa norte-americana de biotecnologia, a Monsanto, e especialmente contra os Organismos Geneticamente Modificados (OGM), pesticidas e outros produtos químicos. 

© John Vizcaino / Reuters

© John Vizcaino / Reuters

© John Vizcaino / Reuters

© John Vizcaino / Reuters

© STRINGER Chile / Reuters

© STRINGER Chile / Reuters

© Ricardo Moraes / Reuters

O apelo para a manifestação global foi lançado em mais de 400 cidades e quarenta países, incluindo Portugal. Lançada em 2013, a Marcha Global contra a Monsanto reclama-se "de uma dinâmica de cidadania, mobilizada por grupos locais."

Na Suíça, cerca de 2.500 pessoas manifestaram-se em Basileia onde a Monsanto tem a sua sede para a Europa, África e Médio Oriente.

Em Paris, entre 2.000 e 3.000 pessoas responderam ao apelo dos cidadãos e de muitas associações ambientalistas como a Greenpeace. Foram gritadas frases como "Vade retro Monsanto", "A Monsanto não, minha saúde sim" ou "OGM? Nós não queremos isso!".

O herbicida 'Round-Up', principal produto da Monsanto, recentemente classificado como "provavelmente cancerígeno" pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi particularmente visado pelos manifestantes.

Em Estrasburgo, entre 800 e mil manifestantes reuniram-se em frente ao Parlamento Europeu, antes de se deitarem no chão por um minuto de silêncio.   Em África, metade de mil pessoas marcharam em Ouagadougou contra a empresa gigante norte-americana, que introduziu o algodão transgénico no Burkina Faso em 2003. É o único país da África Ocidental que experimentou as culturas de OGM em algodão.

Os manifestantes pediram às autoridades de Burkina Faso "uma moratória de pelo menos 10 anos", a fim de "prosseguir uma investigação independente" sobre os OGM.


Lusa
  • " A melhoria das contas públicas não foi feita à custa dos portugueses"
    1:30

    País

    Numa espécie de balaço deste ano e meio de governação, o primeiro-ministro voltou a assinalar voltou a assinalar a redução do défice e as melhorias nas contas públicas. Num jantar com militantes em Coimbra, António Costa garantiu ainda que a "verdadeira reforça do Estado avança até ao final desta legislatura, que é a Descentralização.

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • Norte também quer naturismo e praias de nudistas

    País

    O presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal defendeu hoje a criação de praias naturistas legalizadas na região, fazendo a apologia da formação de associações e negando que este seja um destino conservador.