sicnot

Perfil

Mundo

Mau tempo força avião "Solar Impulse 2" a aterrar no Japão

O avião movido a energia solar "Solar impulse 2" vai ser forçado a aterrar na cidade japonesa de Nagoya, com o mau tempo a adiar a tentativa para a aeronave atravessar o Oceano Pacífico. 

© China Stringer Network / Reuters

"O tempo deteriorou-se no Pacífico, tomada a decisão de uma paragem intermédia em Nagoya à espera de melhores condições", informou hoje Bertrand Piccard, um dos dois pilotos suíços da aeronave, através da rede social Twitter. 

 

O avião "Solar impulse 2" descolou na madrugada de domingo da cidade de Nanjing, no leste da China, em direção ao Havai, para a fase mais perigosa da viagem que realiza à volta do mundo.  

 

A aeronave estava na China desde 21 de abril, depois de a partida ter sido várias vezes adiada também devido a condições meteorológicas adversas.



Lusa

  • DIRETO: Portuguesa entre os 14 mortos dos atentados na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das 13 vítimas mortais do atentado de ontem em Barcelona é portuguesa e há uma outra portuguesa desaparecida. Entretanto, uma pessoa morreu e cinco suspeitos foram abatidos num segundo ataque esta madrugada em Cambrils. As buscas centram-se num nome: Moussa Oukabir. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35
  • Driss Oukabir: suspeito do atentado ou vítima de roubo de identidade?
    2:40

    Ataque em Barcelona

    Um dos dois suspeitos, do ataque nas Ramblas, detidos pela polícia foi inicialmente identificado como Driss Oukabir, um homem de 28 anos. Mais tarde, um homem com o mesmo nome apresentou-se numa esquadra em Girona, a mais de 100 quilómetros do local do atropelamento afirmando que lhe tinha sido roubada a identificação. De acordo com alguma imprensa espanhola, poderá ter sido o irmão, Moussa Oukabir, um jovem de 18 anos que vive em Barcelona, como explicou também Nuno Rogeiro, comentador da SIC.

  • "O abandono provoca incêndios desta dimensão"
    0:55

    País

    O antigo vereador da Câmara de Mação José Silva acredita que a desertificação do interior também é, em parte, responsável pelos incêndios. Segundo José Silva, Mação tem cada vez menos habitantes e é por essa razão que os terrenos são deixados ao abandono.

  • Mação perdeu 80% da área florestal
    3:39
  • Ágata candidata-se à Câmara de Castanheira de Pera
    3:42