sicnot

Perfil

Mundo

Ex-chanceler alemão Helmut Kohl "está bem" após duas cirurgias

O ex-chanceler alemão Helmut Kohl, de 85 anos, foi submetido no último mês a duas operações cirúrgicas e "está bem dadas as circunstâncias", referiu o gabinete do político, num comunicado.

Kohl está dependente de uma cadeira de rodas desde que sofreu um acidente vascular cerebral em 2008. (Arquivo)

Kohl está dependente de uma cadeira de rodas desde que sofreu um acidente vascular cerebral em 2008. (Arquivo)

© Ralph Orlowski / Reuters

Kohl foi submetido no início de maio à colocação de uma prótese na anca e sujeito "de seguida a outra intervenção" cirúrgica, indicou a mesma fonte, sem especificar os motivos da segunda operação.

"Dadas as circunstâncias [Helmut Kohl] está bem", lê-se na nota informativa do gabinete que gere a agenda do político alemão.

O comunicado do gabinete de Helmut Kohl surge depois de vários 'media' alemães, citando pessoas próximas do ex-governante, terem noticiado hoje que o antigo chanceler conservador (1982-1998) estava internado na unidade de cuidados intensivos de um hospital de Heidelberg (sudoeste da Alemanha) após uma cirurgia aos intestinos e que estava em estado crítico. 

Kohl está dependente de uma cadeira de rodas desde que sofreu um acidente vascular cerebral em 2008.

Em 2012, o ex-chanceler alemão foi sujeito a uma operação ao coração.

Arquiteto da Reunificação alemã e figura histórica da União Democrática Cristã (CDU), Kohl é considerado como a pessoa a quem a atual chanceler, Angela Merkel, deve a sua ascensão política nos anos 1990.
  • Debate quinzenal com o primeiro-ministro

    País

    A situação económica e financeira foi o tema escolhido pelo Governo, mas a polémica da descida da Taxa Social Única dominará certamente a discussão na Assembleia da República. Veja aqui em direto e participe no Minuto a Minuto Parlamento Global/SIC.

    Direto

  • MIT quer humanos a ajudar máquinas a decidir (quem morre)

    Mundo

    A "Máquina Moral" é uma plataforma online que recolhe a perspetiva humana em decisões que terão de ser tomadas por uma máquina. Por exemplo, quando um carro sem condutor se depara com o dilema do mal menor: em quem acertar - para evitar outros - num acidente de viação.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.