sicnot

Perfil

Mundo

Israel bombardeia Faixa de Gaza em resposta a ataque com rockets

A Força Aérea israelita bombardeou hoje com mísseis ar-terra várias instalações militares na Faixa de Gaza, em resposta ao lançamento de 'rockets', esta noite, informaram testemunhas e fontes oficiais à agência Efe.

© Mohamad Torokman / Reuters

Os aviões israelitas sobrevoaram intensamente a Faixa de Gaza antes de lançar diversos projéteis no norte centro e sul do território. 

Bombeiros e ambulâncias deslocaram-se para a zona, embora segundo fontes médicas palestinianas não se tenham registado feridos.

A polícia e as forças de segurança do movimento islamita Hamas evacuaram vários edifícios e instalações militares em diversos pontos da zona por receio de ataques como represália.

Pelo menos um míssil foi dirigido contra uma instalação de treino das brigadas Al Kasam, braço armado do Hamas.

"Em resposta aos rockets, a Força de Defesa de Israel atacou sítios terroristas em Gaza. Ontem [quarta-feira] dois rockets foram disparados contra o sul de Israel a partir da faixa que caíram em zonas abertas perto das cidades de Ashkelon e Netivot sem que se informasse de feridos. É o segundo ataque desde Gaza nos últimos dez dias", afirmou o exército israelita em comunicado.

O porta-voz militar, tenente-coronel Peter Lerner, assinalou que os rockets "colocaram em perigo mais de 140 mil vidas israelitas".

"Os israelitas e palestinianos merecem vidas normais, mas, em troca, o Hamas escolhe usar a Faixa de Gaza como uma plataforma de lançamento de ataques com rockets. O exército atua contra a agressão, contra os que tentam aterrorizar Israel e atua para proteger os israelitas do fogo indiscriminado com rockets de Gaza", disse Lerner na mesma nota.


Lusa

  • Obama acredita que Guterres será um bom líder da ONU
    0:53

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar de perto com os Estados Unidos na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido esta sexta-feira por Barack Obama, na Casa Branca, onde foi elogiado pelo ainda Presidente.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.