sicnot

Perfil

Mundo

Dijsselbloem "confiante" na reeleição como presidente do Eurogrupo

O ministro das Finanças da Holanda, Jeroen Dijsselbloem, apresentou esta sexta-feira a sua candidatura a um segundo mandato como presidente do Eurogrupo, afirmando beneficiar de "amplo apoio" no seio da zona euro.

Dijsselbloem, 49 anos, afirmou-se "confiante" quanto a uma nova nomeação e indicou que apresentou hoje oficialmente a sua candidatura, no primeiro dia em que os candidatos podem inscrever-se.

Dijsselbloem, 49 anos, afirmou-se "confiante" quanto a uma nova nomeação e indicou que apresentou hoje oficialmente a sua candidatura, no primeiro dia em que os candidatos podem inscrever-se.

© Ints Kalnins / Reuters

"Nos últimos meses, falei com muitas pessoas na Europa e creio que há amplo apoio", declarou Dijsselbloem, citado no 'site' da televisão pública holandesa.

Dijsselbloem, 49 anos, afirmou-se "confiante" quanto a uma nova nomeação e indicou que apresentou hoje oficialmente a sua candidatura, no primeiro dia em que os candidatos podem inscrever-se.

O ministro holandês sucedeu em janeiro de 2013 ao luxemburguês Jean-Claude Juncker à frente do Eurogrupo, que reúne os ministros das Finanças da zona euro. O seu primeiro mandato acaba em julho.

O ministro das Finanças espanhol, Luis de Guindos, também poderá ser candidato.

"A chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou que apoiaria um candidato espanhol, se houver um, mas são os ministros que decidem por maioria", disse Dijsselbloem.

"Não vou dizer quem são os países que me prometeram apoio, cabe a eles manifestarem publicamente esse apoio ou não", referiu, acrescentando que o voto é secreto.

Como presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem tem estado envolvido nas negociações sobre a Grécia, um processo que se arrasta há meses.
Lusa
  • Hoje joga Portugal (mas antes há um Uruguai-Rússia em direto na SIC)

    Mundial 2018 / O Mundial

    Começa a última jornada da fase de grupos do Mundial, com quatro jogos por dia. Às 15:00, numa partida transmitida em direto na SIC, a anfitriã Rússia e o Uruguai resolvem qual poderá ser o adversário de Portugal nos oitavos de final. Isto, dependendo claro da prestação da seleção nacional frente ao Irão, ao fim da tarde, uma vez que a qualificação não está garantida (e pode até depender do resultado do Espanha-Marrocos).

  • "Isto é a demagogia à solta"
    0:45

    Opinião

    Quem o diz é Luís Marques Mendes a propósito da aprovação esta semana da lei do CDS-PP que elimina o adicional do imposto sobre os combustíveis. O comentador da SIC critica a oposição por ter levado a votação uma lei inconstitucional e acusa ainda os parceiros de Governo de deslealdade. 

    Luís Marques Mendes

  • Comandante da Proteção Civil confiante nos meios de combate aos incêndios
    1:56

    País

    Depois das falhas apontadas ao sistema de comunicações SIRESP durante os incêndios do ano passado, o cComandante operacional da Proteção Civil diz que não há meios de comunicação infalíveis. Duarte Costa acredita que este verão será mais calmo do que anterior e contabiliza já mais de 2000 incêndios desde maio que não foram notícia.

  • Líderes europeus assinalam progressos para alcançar acordo sobre migrações
    2:02