sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos quatro soldados mortos em atentado suicida na Nigéria

Pelo menos quatro soldados morreram  quando um camião explodiu, num posto de controlo militar na cidade de Maiduguri, nordeste da Nigéria, palco de uma série de ataques atribuídos ao Boko Haram, testemunharam habitantes.

"Foi um atentado suicida que visava o último posto de controlo militar", asseguraram os habitantes, acrescentando que quatro soldados morreram e vários ficaram feridos. (Arquivo)

"Foi um atentado suicida que visava o último posto de controlo militar", asseguraram os habitantes, acrescentando que quatro soldados morreram e vários ficaram feridos. (Arquivo)

© Stringer . / Reuters

Dois habitantes, que pediram para não ser identificados, explicaram que um camião de transporte de madeira passou por vários postos militares antes de explodir perto da entrada de um quartel Maimalari, às 17:00 locais (mesma hora em Lisboa).

"Foi um atentado suicida que visava o último posto de controlo militar", asseguraram os habitantes, acrescentando que quatro soldados morreram e vários ficaram feridos.

Maiduguri tem sido alvo de vários ataques atribuídos ao grupo nigeriano Boko Haram. Aquela cidade nigeriana é o reduto histórico do grupo, criado em 2002, e que, desde 2009, se dedica à insurreição armada.

Num outro ataque, na cidade de Yola, também no nordeste da Nigéria, duas pessoas morreram e dezenas ficaram feridas, na sequência de uma explosão no mercado.

O ataque também foi atribuído ao grupo Boko Haram.
Lusa
  • "Isto é a demagogia à solta"
    0:45

    Opinião

    Quem o diz é Luís Marques Mendes a propósito da aprovação esta semana da lei do CDS-PP que elimina o adicional do imposto sobre os combustíveis. O comentador da SIC critica a oposição por ter levado a votação uma lei inconstitucional e acusa ainda os parceiros de Governo de deslealdade. 

    Luís Marques Mendes

  • Comandante da Proteção Civil confiante nos meios de combate aos incêndios
    1:56

    País

    Depois das falhas apontadas ao sistema de comunicações SIRESP durante os incêndios do ano passado, o cComandante operacional da Proteção Civil diz que não há meios de comunicação infalíveis. Duarte Costa acredita que este verão será mais calmo do que anterior e contabiliza já mais de 2000 incêndios desde maio que não foram notícia.

  • Líderes europeus assinalam progressos para alcançar acordo sobre migrações
    2:02