sicnot

Perfil

Mundo

Sismo provocou 1 morto e 2 feridos entre alpinistas encurralados em monte na Malásia

Pelo menos um montanhista morreu e outros dois ficaram feridos no monte Kinabalu, na Malásia, depois de um terramoto de magnitude 6 na escala de Richter atingir hoje esta região, onde estavam cerca de 200 montanhistas. Há pelo menos 100 que ficaram encurralados.

© Bazuki Muhammad / Reuters

O médico Rezlan Abdul Rahan informou as autoridades da existência de uma vítima mortal quando chegou à base da montanha, divulgou o jornal local The Star.

De acordo com Rahan, quando descia com um grupo encontrou uma mulher caída no solo, mas esta já estava morta, além de outras duas pessoas feridas. 

"Creio que a vítima mortal era de Singapura", disse o médico malaio.

O tremor de terra, que durou aproximadamente um minuto, provocou deslizamentos e avalanches e a o desabamento de duas icónicas formações rochosas, batizadas de "orelhas de burro", onde se pratica escalada, confirmou o ministro do Turismo malaio, na rede social Twitter.

Masidi Manjun também indicou que as autoridades iniciaram as operações de resgate dos alpinistas que ficaram encurralados, entre as quais poderá haver pelo menos quatro feridos.

As atividades de escalada foram suspensas em toda a região, de acordo com o Departamento para a Conservação dos parques de Sabah, na parte malaia da ilha de Bornéu.

Charlene Dump, uma das alpinistas encurraladas no monte, escreveu na rede social Facebook que estava à espera, com dezenas de pessoas dos helicópteros.

"Não podemos descer porque há muitas pedras a cair. Não é seguro porque ainda há abalos", comentou, publicando, ao mesmo tempo, fotografias.

O Serviços Geológico dos Estados Unidos, que monitoriza a atividade sísmica mundial, localizou o sismo, ocorrido às 07:15 (00:15 em Lisboa, a uma profundidade de dez quilómetros, a 54 quilómetros a leste da cidade de Kota Kinabalu.


Lusa
  • Fogo na baixa do Porto provoca quatro feridos, dois em estado grave
    1:38

    New Articles

    Um incêndio em três habitações na baixa do Porto, que deflagrou esta noite, provocou quatro feridos, dois em estado grave. O fogo que foi extinto pelos Bombeiros Sapadores do Porto causou cinco desalojados, dos quais quatro foram acolhidos por familiares e um realojado pela junta de freguesia. Desconhece-se a origem das chamas que destruíram três casas.

  • O primeiro dia de Donald Trump na Casa Branca
    3:05
  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.