sicnot

Perfil

Mundo

Burundi marca legislativas para 26 de junho e presidenciais para 15 de julho

A comissão eleitoral do Burundi, onde as eleições foram recentemente adiadas devido a uma crise política, propôs hoje a realização de legislativas e municipais a 26 de junho e presidenciais a 15 de julho. 

© Goran Tomasevic / Reuters

O Presidente do Burundi, Pierre Nkurunziza, cujo anúncio da candidatura a um terceiro mandato em abril provocou uma onda de contestações no país, adiou a realização de eleições legislativas e municipais, bem como as presidenciais, que estavam previstas realizar-se a 04 de junho e 26 de junho, respetivamente.

"A data de 26 de junho é proposta para a eleição de deputados e conselhos municipais", afirmou o presidente da Comissão Eleitoral Independente, Pierre-Claver Ndayicariye, no final de um encontro boicotado pela oposição e pela sociedade civil.

"Sugere-se a data de 15 de julho para a realização das eleições presidenciais", disse.

O Presidente tem agora de aprovar por decreto o novo calendário eleitoral, para confirmação oficial das datas.

A oposição política do país, através de um dos seus líderes, Charles Nditije, afirmou que a comissão eleitoral perdeu a legitimidade, depois da demissão e fuga do país de cinco comissários.

Sem aqueles elementos as decisões da comissão eleitoral são juridicamente nulas, acrescentou.

Há um mês que existem protestos quase diários na capital do país contra uma terceira candidatura à Presidência do atual chefe de Estado, Pierre Nkurunziza, no poder desde 2005, e que já deu origem a uma tentativa de golpe de Estado.







Lusa
  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.