sicnot

Perfil

Mundo

Grupo extremista Estado Islâmico assume controlo de Sirte, na Líbia

O grupo extremista Estado Islâmico anunciou hoje que assumiu o controlo da cidade de Sirte, na Líbia, segundo o centro norte-americano de monitorização de páginas na Internet islâmicas (SITE).

© Goran Tomasevic / Reuters

O grupo Estado Islâmico já controlava desde maio o aeroporto daquela cidade.

O Estado Islâmico postou uma série de fotografias de combatentes a indicar que conquistou à milícia Fajr Líbia a cidade de Sirte, localizada a 450 quilómetros a leste de Tripoli.

O SITE citou um relatório em que o autodenominado 'Estado Islâmico--Província de Tripoli' refere que "soldados do califado" assumiram o controlo dos últimos homens armados da Fajr Líbia.

O documento salienta que Sirte vai ser a "cidade costeira que vai ligar o leste e o oeste da Líbia controlada pelos combatentes do Estado Islâmico".

No mesmo documento, explicam que o controlo de Sirte ocorreu depois de combates durante a madrugada e que a milícia líbia perdeu todas as entradas na cidade, incluindo uma central elétrica, um campo militar e a base de Al-Qardhabiyah.










Lusa
  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.