sicnot

Perfil

Mundo

Motorista português morreu carbonizado após colisão em Espanha

Um motorista português morreu carbonizado, na noite de segunda-feira, na sequência de uma colisão entre dois camiões na autoestrada A-2, em Saragoça, Espanha, que continua cortada ao trânsito, disse hoje à Lusa fonte da Guardia Civil.

Sapo Mapas

De acordo com a mesma fonte, o acidente ocorreu às 21:00 locais (20:00 em Portugal), ao quilómetro 195 daquela autoestrada, no sentido Barcelona-Madrid, quando um camião, conduzido pela vítima mortal, da empresa Transneiva, de Viana do Castelo, embateu na traseira de outro veículo pesado.

A mesma fonte adiantou que o motorista português morreu carbonizado nas chamas que deflagraram após o acidente, por não ter conseguido abandonar a cabine do veículo.

Os dois ocupantes do outro camião envolvido no acidente conseguiram sair do veículo, tendo sofrido apenas ferimentos.

A Guardia Civil de Saragoça disse não ter a identificação do motorista português, "uma vez que o corpo ficou irreconhecível", tendo sido conduzido ao Instituto de Medicina Legal daquela localidade espanhola, para ser autopsiado.

As circunstâncias que estiveram na origem deste acidente estão a ser investigadas.

A agência Lusa tentou, sem sucesso, obter mais informações da parte da empresa transportadora, situada na zona industrial do Neiva, em Viana do Castelo.


Lusa
  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52