sicnot

Perfil

Mundo

Guarda costeira italiana resgata 1.021 imigrantes nas últimas horas

A guarda costeira italiana anunciou hoje o resgate nas últimas horas de 1.021 imigrantes que se encontravam em situação de perigo no mar Mediterrâneo, quando tentavam alcançar a costa de Itália.

© Antonio Parrinello / Reuters

Fonte da guarda costeira confirmou à Efe que estas pessoas foram auxiliadas em cinco operações de salvamento coordenadas pelo Centro Nacional de Socorro da guarda costeira de Roma, que pertence ao Ministério dos Transportes italiano.

Do total de 1.021 imigrantes, 487 já se encontram na ilha de Lampedusa, a sul de Itália, enquanto de manhã 384 pessoas chegaram à Sicília.

Devido à sua posição geográfica, a Itália recebe um número elevado de imigrantes provenientes de África, um movimento que aumenta com a chegada do bom tempo.

Só no passado fim de semana foram resgatados quase 6 mil imigrantes quando tentavam chegar a Itália.


Lusa
  • Rui Vitória não espera facilidades frente ao Tondela
    1:34

    Desporto

    O líder do campeonato, o Benfica, recebe este domingo o último classificado, o Tondela. Na conferência de antevisão do encontro, Rui Vitória afirmou que não espera facilidades. O treinador do Benfica falou ainda de Sebastian Coates.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.