sicnot

Perfil

Mundo

Cientistas desenvolvem vacina que neutraliza VIH em ratos

Um grupo de cientistas desenvolveu uma vacina experimental que pode gerar em ratos os anticorpos necessários para neutralizar o vírus do VIH, que provoca a Sida.

© STR New / Reuters

As conclusões foram publicadas em três estudos divulgados quinta-feira nas revistas especializadas Cell e Science.

Os estudos foram realizados por cientistas de dois centros norte-americanos, o Instituto de Investigação Scripps e da Universidade Rockefeller, e pela Iniciativa Internacional da Vacina da Sida.

A descoberta pode fornecer informação crucial para se chegar a uma vacina eficaz contra a Sida, referem no estudo os autores.

A natureza mutante do vírus VIH, assim que entra no corpo, tem sido uma frustração para os investigadores, que têm feito um enorme esforço para compreender o comportamento do vírus.

Nos últimos anos, os cientistas conseguiram perceber que um pequeno grupo de pessoas que vive com VIH desenvolve anticorpos que neutralizam amplamente o vírus.

Os investigadores que publicaram o estudo conseguiram demonstrar que é possível gerar aqueles anticorpos em ratos através de uma sucessão de vacinas.


Lusa
  • Análise ao VIH através do telemóvel

    Mundo

    Um aparelho que custa 34 dólares (29,6 euros) ligado a um smartphone revelou ser tão eficaz quanto o mais caro equipamento de laboratório no diagnóstico do vírus VIH/sida, que ronda os 18 mil dólares (cerca de 16 mil euros). E, ao contrário desse equipamento de laboratório, este mais pequeno e portátil, poderá tornar-se na "arma" mais eficiente para o combate à doença em locais onde não há acesso fácil aos laboratórios, como em países de África.

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".