sicnot

Perfil

Mundo

Onda de calor no Paquistão causa mais de 100 mortos

Pelo menos 122 pessoas morreram desde sábado em consequência de uma onda de calor que atingiu Karachi, a maior cidade do Paquistão, e a região sul de Sindh, revelaram hoje as autoridades paquistanesas.

© Mohsin Raza / Reuters

O governo da província de Sindh declarou o estado de emergência em todos os hospitais e aumentou as reservas de material médico para responder aos pedidos de ajuda por causa do calor.

No sábado, Karachi registou temperaturas máximas de 45 graus.

Num dos hospitais paquistaneses morreram desde sábado à noite 100 pessoas com insolação.

Na capital paquistanesa, com cerca de 20 milhões de habitantes, os efeitos do calor agravaram-se por causa dos cortes de fornecimento de eletricidade, que afetam o sistema de abastecimento de água.











Lusa
  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.