sicnot

Perfil

Mundo

Comissão acusa formalmente polícia sul africana sobre morte de 34 mineiros em 2012

Na África do Sul, a comissão de inquérito sobre o massacre da mina sul africana de Marikana acusou formalmente a polícia do país. 

© SIPHIWE SIBEKO1 / Reuters

A comissão recomenda um inquérito exaustivo com o objetivo de apurar a responsabilidade criminal dos agentes da polícia envolvidos no incidente.

Em agosto de 2012, pelo menos 34 mineiros foram fuzilados pela polícia durante um protesto. Registaram-se ainda mais de 70 feridos e 250 detidos.

A polícia garantiu ter agido em legítima defesa. O massacre foi considerado o episódio mais violento no país desde o Apartheid.
  • "Este é o elefante na sala sobre a saúde!"
    1:43

    País

    Catarina Martins acusa o Governo de estar alinhado com a direita na promoção de negócios privados na área da saúde. O Bloco de Esquerda quer uma nova lei de bases aprovada até ao final da legislatura e arrancou ontem com um ciclo nacional de sessões públicas para defender o Serviço Nacional de Saúde.

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "No meu bairro perguntam-me se a medalha é de ouro e dizem que ma vão roubar e vender"
    4:46
  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05