sicnot

Perfil

Mundo

Assinado primeiro acordo entre a Santa Sé e o Estado da Palestina

A Santa Sé e o Estado Palestiniano assinaram hoje no Vaticano um acordo histórico sobre os direitos da Igreja católica nos territórios palestinianos, anunciou o Vaticano em comunicado.

O Papa com o Presidente palestiniano Mahmoud Abbas na Praça de S. Pedro em Maio de 2015.

O Papa com o Presidente palestiniano Mahmoud Abbas na Praça de S. Pedro em Maio de 2015.

© Tony Gentile / Reuters

O acordo foi assinado no Palácio Pontifício pelo secretário das relações com os Estados (equivalente a ministro dos Negócios Estrangeiros), o prelado britânico, Paul Richard Gallagher, e pelo ministro dos Negócios Estrangeiros palestiniano Riyad al-Maliki.

A conclusão do texto hoje assinado demorou 15 anos a redigir por uma comissão bilateral. O Vaticano menciona "Estado Palestiniano" desde 2013, pelo que os palestinianos atribuem à assinatura deste acordo o valor de um reconhecimento de facto do seu Estado. O que desagrada a Israel.

O acordo exprime o apoio do Vaticano a uma solução "do conflito entre israelitas e palestinianos no âmbito de dois Estados", explicou à AFP o chefe da delegação da Santa Sé, Antoine Camilleri.
  • Chamas no concelho de Torre de Moncorvo ameaçaram aldeia
    1:30

    País

    Dois incêndios no concelho de Torre de Moncorvo deram luta aos bombeiros na tarde de ontem e também durante toda a noite. As chamas estiveram muito próximas da aldeia de Cabanas de Cima, mas os bombeiros conseguiram desviar o fogo.

  • Se

    Se Jaime Marta Soares tiver razão, se a ciência e as autoridades não forem - outra vez? - manipuladas pelo poder político, se a investigação - independente - concluir que o fogo começou muito antes da trovoada, então, estamos diante de um dos maiores embustes do Portugal democrático.

    Pedro Cruz

  • A reconstrução da Nacional 236
    1:44
  • Harry admite que ninguém na família real britânica quer ser rei ou rainha

    Mundo

    O príncipe Harry admitiu que nenhum dos mais jovens membros da família real britânica quer ser rei ou rainha. Numa entrevista exclusiva à revista norte-americana Newsweek, na qual aborda temas como a morte da mãe, que perdeu com apenas 12 anos, Harry afirma que ele e o irmão estão empenhados em "modernizar a monarquia".

    SIC