sicnot

Perfil

Mundo

Identificado bombista suicida no Kuwait e detido motorista

As autoridades do Kuwait identificaram o bombista suicida que, na sexta-feira, matou 26 pessoas e feriu outras 227 numa mesquita na capital. De acordo com a investigação, o terrorista era um cidadão saudita que chegou ao país no próprio dia do ataque. A polícia deteve dois presumíveis cúmplices. 

© Stringer / Reuters

De acordo com o Ministério do Interior, o terrorista sírio, Fahd Suliman Abdul-Muhsen al-Qabaa, chegou ao país na sexta-feira de manhã, de avião.

Terá sido conduzido por Abdulrahman Sabah Eidan Saud, entretanto detido. O motorista foi referido como um "residente ilegal", nascido em 1989, e "escondia-se numa casa do distrito de Al-Rigga, em Al-Ahmadi, a sul da Cidade do Kuwait", segundo as autoridades.

As autoridades detiveram também o dono da casa onde o motorista estava escondido, segundo o Ministério do Interior, citado pela agência oficial KUNA, adiantando que o proprietário, nacional do Kuwait, promovia uma "ideologia fundamentalista". 

Milhares de pessoas participaram no sábado nas cerimónias fúnebres de 18 das 26 pessoas mortas na sexta-feira no atentado suicida na Cidade do Kuwait.

Trata-se do primeiro atentado do género reivindicado pelos jihadistas do Estado Islâmico naquele pequeno emirado do Golfo. Há algumas semanas, o EI tinha visado duas mesquitas xiitas na Arábia Saudita.

O EI também reivindicou outro ataque cometido também na sexta-feira, numa praia da Tunísia, o qual causou 38 mortos, incluindo uma portuguesa. 


Com Lusa
  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.