sicnot

Perfil

Mundo

Suspeito de decapitação em França confessa homicídio

Yassin Salhi, o homem suspeito de ter perpetrado na sexta-feira o atentado jihadista em França e de ter decapitado o seu chefe, reconheceu hoje ter cometido o homicídio, disse fonte próxima da investigação.

Yassin Salhi foi detido após o ataque

Yassin Salhi foi detido após o ataque

© Emmanuel Foudrot / Reuters

O homem, detido na sexta-feira no local do ataque, uma fábrica de gás industrial perto de Lyon (leste), começou a falar com os investigadores no sábado à noite depois de ter permanecido em silêncio desde que foi detido, noticia a Agência France Presse, citando a mesma fonte.

Yassin Salhi, de 35 anos, forneceu igualmente alguns detalhes sobre as circunstâncias do homicídio, disseram as fontes da investigação, acrescentando que o suspeito será transferido para Paris para ser interrogado pela polícia antiterrorismo.

A confissão de Yassin Salhi surge depois deste homem, casado e pai de três filhos, ter enviado uma "selfie" sua e da cabeça cortada do patrão para um número WhatsApp no Canadá.

Os investigadores têm alertado, porém, que aquele número pode ser apenas um número de transmissão e que o recetor pretendido pode estar em qualquer parte do mundo.

Na sexta-feira de manhã, Yassin Salhi pegou na sua carrinha e rumou à fábrica da Air Products na cidade francesa de Lyon, onde foi intercetado por bombeiros quando tentava arrombar uma garrafa de acetona, alegadamente para fabricar uma bomba.

Pouco depois, a polícia descobriu a cabeça decepada do chefe de Salhi, às portas da fábrica onde se encontravam duas bandeiras com escritos em muçulmano. O morto tinha 54 anos.

No dia do incidente, o primeiro-ministro francês, Manuel Valls, disse que o mundo está envolvido numa guerra contra o terrorismo, sublinhando que a França está a enfrentar "uma grande ameaça terrorista" que precisa de ser combatida "a longo prazo".

Fontes próximas da investigação disseram que Salhi se tornou radical uma década depois de manter contactos com um muçulmano convertido -- Frederic Jean Salvi, conhecido como Ali -- que é suspeito de preparar atentados na Indonésia para militantes da Al-Qaeda.


Com Lusa
  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • "O ministro não escondeu nem tapou"
    1:20

    Economia

    Pedro Santana Lopes falou pela primeira vez sobre a auditoria feita à Santa Casa no período em que foi provedor. Esta terça-feira, na SIC Notícias, Santana Lopes desvalorizou as irregularidades e defendeu o ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, Vieira da Silva.

    Pedro Santana Lopes

  • Constitucional chumba algumas normas da lei de barrigas de aluguer

    País

    O Tribunal Constitucional chumbou algumas normas do acórdão sobre as barrigas de aluguer. De acordo com o Expresso, a decisão já foi comunicada à Assembleia da República. A obrigatoriedade da regulamentação da lei ser feita pelo Parlamento e não pelo Governo terá sido unânime.

  • A história do bebé que continua a lutar pela vida depois de terem desligado as máquinas

    Mundo

    Alfie Evans sofre de uma doença cerebral degenerativa. A sua condição levou o caso à justiça e, depois de uma batalha judicial entre os pais e o hospital, os juízes determinaram que as máquinas do suporte artificial de vida fossem desligadas. Apesar de os aparelhos terem sido desligados na segunda-feira à noite, segundo os pais, a criança de 23 meses continua a lutar pela vida, respirando sozinha.

    SIC

  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • Marinha resgata 138 migrantes ao largo de Lampedusa

    País

    A fragata da Marinha portuguesa D. Francisco de Almeida resgatou esta terça-feira, ao largo da ilha de Lampedusa, em Itália, 138 migrantes, entre eles 15 mulheres e oito bebés, disse à Lusa fonte do Estado-Maior-General das Forças Armadas.

  • O recado de Donald Trump à Coreia do Norte 

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, exortou Pyongyang a eliminar todo o seu arsenal nuclear, precisando o que queria dizer exatamente ao apelar para a "desnuclearização" do regime totalitário, antes de uma aguardada cimeira com o líder norte-coreano.

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17