sicnot

Perfil

Mundo

Trabalhadores do porto de Calais voltam a bloquear túnel do canal da Mancha

Marinheiros da sociedade cooperativa SeaFrance bloquearam hoje o túnel ferroviário sob o canal da Mancha, em protesto contra a venda pela Eurotunnel de dois dos três barcos explorados pela empresa a uma concorrente, segundo a France Presse (AFP).

© Vincent Kessler / Reuters

Os sindicatos envolvidos, citados pelo canal noticioso France 24, calculam que a venda dos barcos à companhia dinamarquesa DFDS Seaways provocará cerca de 120 despedimentos.

Segundo a AFP, cerca de 30 marinheiros tentaram desmantelar os carris e bloquearam a via ferroviária com placas de betão e pneus em chamas a 300 metros da entrada do túnel, tendo comparecido no local cerca de vinte 'gendarmes'.

Os marinheiros fizeram ainda uma marcha-lenta na estrada em direção ao porto de Loon-Plage, onde atracam os barcos da DFDS Seaways.

Cerca de 200 marinheiros grevistas haviam já paralisado na passada quarta-feira o tráfego no túnel, levando também ao bloqueio das travessias por 'ferry'.

As autoridades já estavam posicionadas desde a manhã de hoje nas imediações do Eurotunnel, onde procuram travar as numerosas tentativas de intrusão por imigrantes que perturbaram o tráfego dos barcos que circulam entre a França e Inglaterra.

A congestão da circulação de camiões em direção ao túnel, causado pela falta de ferries para os transportar para o Reino Unido, provocou uma concentração de tentativas de passagem de imigrantes, que se tentam esconder nos camiões.

 

Lusa

  • Reaberto túnel ferroviário do Canal da Mancha
    1:35

    Mundo

    O túnel ferroviário do Canal da Mancha após um protesto de trabalhadores já foi reaberto. As filas intermináveis de camiões foram aproveitadas por dezenas de migrantes que estão acampados em Calais e desesperam por entrar no Reino Unido.

  • Quatro camiões da empresa portuguesa Patinter foram invadidos por clandestinos
    1:36

    Mundo

    Centenas de migrantes tentaram passar o canal da mancha rumo a Inglaterra, aproveitando o caos junto ao porto francês de Calais. Uma greve do principal operador marítimo entre os dois países provocou filas gigantescas. Os emigrantes, na sua maioria africanos, abriram as portas traseiras dos camiões e chegaram a subir para o topo das cabines, para passarem despercebidos. Alguns desses camiões são portugueses.

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.