sicnot

Perfil

Mundo

Oito detidos com ligações ao atentado na Tunísia

A polícia tunisina deteve oito pessoas, incluindo uma mulher, "diretamente implicadas na execução" do atentado que causou 38 mortos na passada semana num hotel da Tunísia, anunciou hoje o ministro Kamel Jendoubi. 

"Oito pessoas diretamente implicadas na execução do atentado, incluindo uma mulher, foram detidas", afirmou o ministro encarregado das relações do executivo com a sociedade civil, na primeira conferência de imprensa sobre o inquérito ao atentado. 

"Toda a rede responsável pela operação foi descoberta", acrescentou, sem especificar se seriam feitas mais detenções. 

O ataque de sexta-feira, perpetrado por Seifeddin Rezgui, um estudante de 23 anos, em Port El Kantaoui, a sul de Tunes, foi reivindicado pelo movimento terrorista "Estado Islâmico", que controla várias zonas da Síria e Iraque. 

Trinta turistas britânicos morreram no atentado mais sangrento da história da Tunísia. 

"No âmbito da cooperação na área da segurança entre a Tunísia e o Reino Unido, dez investigadores britânicos estão a trabalhar no inquérito", disse Jendubi. 

Na sequência do atentado, o governo tunisino prometeu aumentar a segurança em hotéis, praias e atrações turísticas. 

"Destacámos 1.377 agentes de segurança armados em hotéis e nas praias", acrescentou Jendoubi. 

 

Lusa

  • Debate quinzenal com o primeiro-ministro

    País

    A situação económica e financeira foi o tema escolhido pelo Governo, mas a polémica da descida da Taxa Social Única dominará certamente a discussão na Assembleia da República. Veja aqui em direto e participe no Minuto a Minuto Parlamento Global/SIC.

    Direto

  • MIT quer humanos a ajudar máquinas a decidir (quem morre)

    Mundo

    A "Máquina Moral" é uma plataforma online que recolhe a perspetiva humana em decisões que terão de ser tomadas por uma máquina. Por exemplo, quando um carro sem condutor se depara com o dilema do mal menor: em quem acertar - para evitar outros - num acidente de viação.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.