sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 6 mortos em sismo no oeste da China

Um sismo de 6,5 na escala de richter fez hoje pelo menos seis mortos e cerca de 50 feridos, na região de Xinjiang, no oeste da China.

O momento do sismo foi registado pelas câmaras de vigilância em vários locais

O momento do sismo foi registado pelas câmaras de vigilância em vários locais

O abalo ocorreu por volta das 9:00 locais (2:00 em Lisboa)  a 164 quilómetros a noroeste da cidade de Hotan e teve lugar a uma profundidade de 20 quilómetros. De acordo com o centro sismológico chinês, foram sentidas várias réplicas de magnitude superior a 4.

As autoridades confirmam que perto de 3 mil casas ficaram destruídas. 

A China é frequentemente atingida por tremores de terra, particularmente nas províncias de Sichuan e de Yunnan.

Em maio de 2008, um sismo de 7,9 devastou Sichuan, deixando mais de 80 mil mortos, naquele que foi o pior terramoto da China em mais de três décadas. 

 

Com Lusa

 

  • Economia portuguesa a crescer
    2:26
  • Os likes dos candidatos às autárquicas no Facebook
    4:00

    Autárquicas 2017

    Se há mais de 5 milhões de portugueses no Facebook, é natural que as autárquicas também passem pela rede social mais usada no país e no mundo. A SIC apresenta-lhe os 10 candidatos cujas páginas têm mais seguidores e, para a comparação ser mais justa, os que têm mais seguidores em Portugal - porque há também quem estranhamente tenha milhares de fãs em países como Egito, Filipinas ou Vietname.

  • Embaixador do Bangladesh pede ajuda aos portugueses no caso dos rohingya

    Mundo

    O embaixador do Bangladesh em Lisboa pediu esta sexta-feira aos portugueses que ajudem a resolver o problema dos rohingya. Desde o final de agosto, mais de 400 mil pessoas desta minoria muçulmana fugiram de Myanmar, a antiga Birmânia. O Bangladesh já tinha acolhido outros 400 mil refugiados e vê-se agora a braços com esta crise migratória. Pede por isso a Portugal que pressione Myanmar para aceitar de volta e em segurança os rohingya.