sicnot

Perfil

Mundo

Sobe para 42 número de mortos em naufrágio nas Filipinas

Pelo menos 42 pessoas morreram e 11 outras continuam desaparecidas após o naufrágio de um ferry, ocorrido esta quinta-feira, no centro das Filipinas, informaram hoje fontes policiais.

© Stringer Philippines / Reuter

As equipas de resgate recuperaram seis corpos desde que mergulhadores alcançaram o interior do barco, antes de terem sido obrigadas a suspender as buscas devido ao mau tempo, informa a CNN Filipinas.

Segundo dados da guarda costeira filipina, a bordo do "MV Kim Nirvana-B" seguiam 173 passageiros e 16 membros da tripulação.

Vários sobreviventes relataram que a embarcação se voltou, de forma repentina, devido à forte ondulação, pelo que muitos dos passageiros não tiveram tempo para abandonar o barco antes de se afundar, ficando encurralados no seu interior. 

Além disso, outros acusaram a tripulação do barco de não ter distribuído coletes salva-vidas, apesar das más condições meteorológicas.

O chefe do serviço de guarda costeira de Visayas Oriental, o capitão Pedro Tinampay, declarou que a embarcação não viajava sobrecarregada, já que tinha capacidade para 178 passageiros.

Contudo, outro dos sobreviventes do acidente, citado pelos 'media' locais, disse que o barco transportava também centenas de sacos de cimento e de arroz.

O Presidente das Filipinas, Benigno Aquino, ordenou uma investigação exaustiva. 

Segundo o porta-voz da presidência, Abigail Valte, a guarda costeira destacou uma equipa de especialistas em acidentes marítimos que analisa vários cenários, como a possibilidade de excesso de carga e a aptidão do capitão e dos tripulantes.

Tanto o capitão do barco como a tripulação estão sob custódia.

O barco rumava à ilha de Camotes, a cerca de 40 quilómetros a sudoeste de Ormoc, quando se deparou com grandes ondas e virou a apenas a uma centena de metros do porto donde zarpou.

A agência meteorológica das Filipinas tinha advertido os pescadores para o perigo de saírem para o mar na região de Visayas Oriental, à qual pertence Ormoc.

Dezenas de pessoas morrem anualmente em acidentes marítimos nas Filipinas, a maioria em naufrágios causados pelo mau tempo, incumprimento de normas de segurança e deficiente manutenção dos equipamentos ou sobrecarga.

O acidente mais grave na história moderna da navegação comercial sucedeu nas Filipinas, em 1987, quando o 'ferry' Dona Paz se afundou após colidir com um petroleiro, causando 4.341 mortes.

 

Lusa

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.