sicnot

Perfil

Mundo

Centenas de voos cancelados em Toronto devido a greve

Mais de 200 voos com partida ou chegada do aeroporto de Toronto, no Canadá, foram cancelados, esta sexta-feira, depois de os trabalhadores que reabastecem os aviões terem repentinamente entrado em greve.

© Michael Dalder / Reuters

"Os movimentos de aeronaves foram significativamente afetados à medida que os fornecedores de serviços de combustível se deparavam com uma crescente escassez de pessoal", informou a infraestrutura aeroportuária, indicando que a partir das 17:00 (22:00 de sexta-feira em Lisboa), 185 voos foram cancelados.

Segundo o portal do aeroporto, quatro horas depois, tinham sido anulados pelo menos mais 30.

Funcionários da empresa abastecedora faltaram ao trabalho, em forma de protesto, contra o anúncio de rescisão do contrato de fornecimento de combustível por um consórcio de companhias aéreas, liderado pelas transportadoras locais Air Canada e West Jet, tanto no aeroporto de Toronto como no de Montreal.

Segundo o sindicato que representa os trabalhadores, o referido consórcio de transportadoras aéreas concluiu acordos com outros fornecedores de combustível para os aviões, pelo que mais de 300 pessoas vão perder o emprego.

 

 

 

Lusa

 

  • Família perde tudo na aldeia de Queirã
    2:32
  • Temperaturas sobem no fim de semana, risco de incêndio aumenta
    1:08

    País

    A chuva que caiu nos últimos dias não deverá ter impactos relevantes na dominuição da seca e, por isso, o risco de incêndios vai voltar a aumentar com nova subida das temperaturas. Os termómetros podem chegar aos 30 graus entre domingo e quarta-feira.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão